Tag: Seic (page 1 of 2)

Polícia Civil apreende 150 quilos de maconha em Panaquatira

Suspeito foi preso em Panaquatira com 150 kg

Uma pessoa foi presa e 150 quilos de maconha foram apreendidas durante uma operação da Superintendência Estadual de Investigações Criminais da Polícia Civil, realizada na segunda-feira (19) no bairro Panaquatira, em São José de Ribamar. Flávio da Paz Sousa, 22 anos, é integrante de uma facção criminosa e era o responsável pelo armazenamento do entorpecente.

A prisão de Flávio da Paz foi resultado de investigações realizadas pela equipe do Superintendência Estadual de Investigação Criminal. Segundo a Polícia Civil, após a realização de várias diligências, os policiais conseguiram localizar o local onde Flávio estava escondido de posse da droga. Ele estava usando tornozeleira eletrônica e tem envolvimento com tráfico de drogas, roubo e porte ilegal de arma de fogo.

Após a análise técnico-jurídica realizada pelo Delegado de Polícia, o suspeito foi autuado em flagrante delito pelo crime de tráfico de drogas e de integrar organização criminosa. Ele foi encaminhado ao Centro de Triagem de Observação Criminológica de São Luís, onde permanecerá à disposição da Justiça.

Mais três suspeitos são presos pela emboscada que matou PM na Maioba

Dois suspeitos foram presos no Monte Castelo e o terceiro preso pela Homicídios

Mais três homens foram presos por suspeita de participação nos homicídios do cabo da Polícia Militar Josélio Rocha Silva e seu enteado Yuri de Paula Silva, no último domingo (12). Robson Rudson, conhecido como Divinéia, 23 anos, e Edmilson Viana Ribeiro Júnior, o Junior Peste, de 27 anos, foram capturados na noite desta terça-feira (14), no bairro Monte Castelo, em São Luís. A polícia confirma que sete pessoas participaram diretamente da emboscada.

Os dois foram presos quando policiais militares do 9º e do Batalhão Tiradentes interceptaram um veículo no bairro Monte Castelo, em São Luís, e encontraram dois homens. Eles foram apontados como os principais articuladores e responsáveis pela emboscada que matou o PM e seu enteado, além de deixar duas pessoas feridas, entre elas um bebê de um ano.

Júnior Peste tem várias passagens pela polícia por homicídio, tentativa de homicídio, associação criminosa armada, trafico de drogas e roubo qualificado por uso de arma de fogo. Os dois suspeitos são integrantes de uma facção criminosa que atua em bairros de São Luís. Eles foram encaminhados para a Superintendência Estadual de Investigações Criminais (Seic) como suspeitos de participação no crime.

Abacate foi preso por policiais da SHPP

O terceiro suspeito, identificado como Mateus Vinícius da Silva, o Abacate, 19 anos, foi preso por policiais da Superintendência de Homicídios e Proteção à Pessoa (SHPP) por força de mandado de prisão. Ele também tem envolvimento na emboscada realizada no último domingo (12).

No dia do duplo homicídio, policiais militares conduziram outros dois relacionados ao crime. Álvaro Teixeira Santos e Werbeth Mendes Pinho, conhecido por Bebeto, ambos de 27 anos foram localizados nos bairros Liberdade e Pão de Açúcar, respectivamente. Deles, os policiais disseram que apenas Bebeto confessou participação no crime, mas Álvaro teria sido reconhecido por uma das vítimas, de acordo com a polícia.

Suspeitos foram presos no bairro da LIberdade

Relembre o crime

O crime aconteceu na tarde deste domingo (12), na Estrada da Maioba, próximo a Estrada do Sítio – via que dá acesso ao Maiobão. Yuri Chacal, a esposa, o filho de um ano, a mãe e o policial passaram o dia em um parque aquático da região e estavam voltando para casa quando foram surpreendidos por seis homens em dois carros.

Policial e enteado foram executados na estrada da Maioba

Os criminosos deixaram o veículo que levava as vítimas passar a frente para só depois atacar. Dois homens desceram, correram em direção ao carro do policial e efetuaram vários disparos. A esposa de Yuri e o filho do casal foram alvejados, assim como o policial e o próprio Chacal. Apenas a mãe dele, companheira do cabo Josélio saiu ilesa do atentado.

As investigações são de responsabilidade da Superintendência de Homicídios e Proteção à Pessoa.

Foragido de Pedrinhas está entre os suspeitos de planejar assalto a banco em SP

Foragido estava participando da tentativa de roubo a banco que renderia R$ 1 bilhão ao grupo criminoso

Um dos assaltantes presos na zona sul de São Paulo depois de ser descoberto um túnel na tentativa que seria o maior assalto a banco do mundo é maranhense. A informação foi confirmada pela Polícia Civil do Maranhão depois de integração com a polícia paulista.

Marcos Paulo Chini, também conhecido como “papel”, está foragido do Complexo Penitenciário de Pedrinhas, em São Luís, desde o dia 16 de maio deste ano quando foi beneficiado pela saída temporária do Dia das Mães.

Papel foi preso no dia seis de novembro de 2015 por policiais civis da Superintendência Estadual de Investigações Criminais (Seic)  e Greco-PI após participação no assalto a Caixa Econômica Federal da cidade de Bacabal onde foi subtraída a quantia de R$ 1 milhão de reais.

O mandado de recaptura foi enviado ao departamento de roubo a banco da Polícia Civil de São Paulo para o devido cumprimento e após as formalidades legais será aguardada a decisão judicial para realizar seu recambiamento ao estado do Maranhão.

(Com informações do G1 MA)

Polícia apreende 80kg de maconha em táxi e prende motorista

Maconha estava sendo transportada em um táxi e veio de Goiás

A Polícia Civil, por meio da Superintendência Estadual de Investigações Criminais (SEIC) apreendeu 80 quilos de maconha oriunda de Goiás e que provavelmente seria distribuída em São Luís. Além da droga, a Polícia Civil prendeu em flagrante Carlos André Araújo da Silva por tráfico de drogas.

Segundo a polícia, o Centro de Inteligência da PM de Goiás entrou em contato com a Polícia Civil alertando sobre a chegada de um carregamento que estaria vindo em um ônibus de transporte interestadual.

O suspeito parou o táxi na rodoviária e em seguida deixou o local com a maconha já guardada no porta-malas. Os agentes da SEIC abordaram o veículo depois que Carlos André percebeu que estava sendo seguido. O suspeito tentou fugir, mas foi interceptado no bairro do Anil.

Carlos André foi conduzido para a sede da Seic, onde foi autuado em flagrante por tráfico de drogas. Ele não possuía antecedentes criminais, segundo informações da Polícia Civil do Maranhão.  Veja o vídeo do momento em que os policiais desembalam a droga apreendida.

Estelionatário é preso com arma e documentos falsificados em São Luís

Estelionatário estava com vários documentos originais e falsificados, além de uma arma de fogo

Um homem foi preso nesta quarta-feira (6) em São Luís por falsificação de documentos. Arioston Oliveira Ferreira, de 30 anos, foi preso em flagrante com documentos de identidade de diversas pessoas, documentos de identidade falsos, impressoras, CPU, Notebook, uma pistola calibre ponto 40 com carregador e seis cartuchos.

Segundo a Superintendência Estadual de Investigações Criminais (Seic), Arioston Oliveira Ferreira, 30 anos, estaria falsificando documentos com a intenção de aplicar golpes no comércio. Durante a abordagem realizada na casa do suspeito, no bairro São Cristóvão, o criminoso apresentou aos policiais o documento falso em nome de Domingos Rufino Silva.

Arioston foi preso em 2010 quando fingiu ser um policial civil

Em 2010, Arioston foi preso ao tentar se passar por policial civil – na época foram apreendidos com ele uma pistola ponto 100 calibre 40, algema e cassetete. Em 2008, ele também foi preso pelo roubo da pousada Pandora.

Arioston Oliveira Ferreira foi encaminhado para a sede da Seic, onde foi autuado em flagrante por uso de documento falso e posse ilegal de arma de fogo de uso restrito, sendo encaminhado ao Centro de Triagem de Pedrinhas onde permanecerá à disposição da Justiça. 

Índio Krikati é morto a pauladas em Montes Altos

Índio foi morto a pauladas

Um índio da etnia Krikati foi morto a pauladas na manhã de sábado (1º), na cidade de Montes Altos, a 60 km de Imperatriz. A arma do crime, um pedaço de pau foi deixado no local.

A Superintendência de Polícia Civil do Interior (SPCI) informou que o indígena Nogueira Bandeira, de 48 anos, morreu ao ser golpeado no rosto enquanto dormia em uma casa no bairro Vaquejada.

O índio Krikati estava dormindo em uma rede quando foi surpreendido pelos agressores, ainda não identificados. Após praticarem o assassinato brutal, os suspeitos deixaram o pau foi embora, sem deixar pistas.

O corpo do índio foi removido para o Instituto Médico Legal de Imperatriz (IML), e só após os procedimentos foi liberado para os familiares. A Fundação Nacional do Índio (Funai) já foi informada sobre o caso.

Polícia apreende fuzis e cerca de 2.500 munições no interior do MA

Polícia apreende arsenal de guerra no interior do Maranhão

A Polícia Civil, por meio da Superintendência Estadual de Investigações Criminais (Seic), apreendeu um arsenal que seria utilizado por um bando criminoso para assaltar uma empresa de transporte de valores, no Maranhão.

Foram enconntrados seis fuzis, 20 carregadores e cerca de 2.500 munições, além de máscaras, que seriam usadas na ação criminosa.

No entanto, ainda não foram divulgadas informações sobre a prisão de pessoas relacionadas ao caso. A interceptação policial foi feita a dois veículos nas proximidades do município de Aldeias Altas, distante 251 km de São Luís.

Relembre

Na segunda-feira (5) três pessoas foram presas e vários fuzis apreendidos durante uma operação da Polícia Civil. Dentre os detidos estava um soldado da PM lotado na cidade de Bela Vista do Maranhão.

Quatro fuzis, uma UZI, munições e pistolas na foram apreendidas na segunda-feira (5)

Eles seriam integrantes de uma quadrilha de assaltantes de bancos que age em várias regiões do estado. (Relembre)

Dois fugitivos morrem em confronto com a polícia na Vila Conceição

Dois fugitivos eram assaltantes de banco e faziam parte do grupo que motivou o ataque em Pedrinhas.

Dois fugitivos da Unidade Prisional de Ressocialização de São Luís 6 (UPSL 6), antigo CDP do Complexo Penitenciário de Pedrinhas foram mortos em troca de tiros com policiais da Superintendência Estadual de Repressão ao Narcotráfico, Centro Tático Aéreo e Polícia Militar no fim da tarde desta terça-feira (23).

Os presos identificados como Valdemir Laurindo Flores e Ronalth Correia Coelho eram assaltantes de banco e faziam parte do grupo que motivou a operação de resgate registrado ao presídio, quando foram usados explosivos para abrir um buraco no muro do CDP.  (Reveja)

Eles estavam escondidos na residência do líder do tráfico na Vila Conceição, um homem identificado como Leonilson dos Santos Nascimento, o Codó. Um fuzil e uma pistola que foram usados durante a fuga, no fim de semana, foram apreendidos na casa de Leonilson.

Fuzil usado no ataque a Pedrinhas

Durante a operação comandada pela Senarc, dois policiais civis também foram baleados, mas não correm risco de morte.

Dos 32 presos que fugiram do Complexo de Pedrinhas, 12 foram recapturados, cinco foram mortos e 15 continuam foragidos, segundo informou a Superintendência Estadual de Investigações Criminais (Seic).

Saiba mais

No começo da tarde, outros dois fugitivos voltaram ao sistema prisional: Alisson Pereira Lima, 22 anos, e Kassio Girdeu Carvalho Ribeiro, 33 anos, recapturados em uma área de mangue no Quebra Pote, zona rural de São Luís. (Reveja)

Dois fugitivos capturados no Quebra Pote

Outro preso foi recapturado em Rosário, enquanto viajava em um ônibus. Paulo de Caldas, natural do Ceará, também estava foragido e é assaltante de banco. Ele foi preso por homens do 7º Comando Independente da Polícia Militar.

Sobe para 11 número de presos recapturados após fuga em Pedrinhas

Sobe para 11 o número de recapturados

Mais dois presos que fugiram após ataque ao prédio da Unidade Prisional de Ressocialização de São Luís 6 (UPSL 6), antigo CDP do Complexo Penitenciário de Pedrinhas (Reveja), foram recapturados pela Polícia Militar no começo da tarde desta terça-feira (23).

Com isso, sobe para 11 o número de fugitivos recapturados. Outros três detentos morreram em confronto com a polícia e agentes penitenciários, enquanto 19 seguem foragidos, segundo pontuou a Secretaria de Administração Penitenciária (Seap). (Relembre)

Os fugitivos Alisson Pereira Lima, 22 anos, e Kássio Girdeu Carvalho Ribeiro, 33 anos, estavam escondidos em uma área de mangue no Quebra Pote, zona rural de São Luís, quando foram localizados e recapturados pelo Grupo de Serviço Avançado do 21º Batalhão da Polícia Militar.

Alisson cumpre pena de 12 anos e um mês em regime fechado por assassinato e tentativa de assassinato em Imperatriz, enquanto o comparsa cumpria pena de 28 anos e seis meses por tráfico de drogas.

Ataque a Pedrinhas diz que intenção era resgatar sete ladrões de banco, segundo delegado Thiago Bardal

A Superintendência Estadual de Investigações Criminais (Seic) acredita que mais presos podem estar escondidos na região, conforme um dos fugitivos recapturados. “Em conversa informal eles disseram que na região se encontram outros foragidos” disse o delegado Thiago Bardal, titular da Seic.

De acordo com o delegado Thiago Bardal, a ação criminosa foi planejada com o intuito de resgatar sete detentos que fazem parte de uma quadrilha interestadual de assalto a banco.  (Veja novamente)

Os dois serão interrogados para explicar como se deu a fuga, assim como toda dinâmica do fato e posteriormente encaminhados novamente ao Complexo de Pedrinhas, rebatizado pelo atual governo como Complexo Penitenciário de São Luís.

Presos fugiram por buraco aberto em muro do CDP

Bandidos explodem banco em Itinga do Maranhão

Sete bandidos explodiram banco em Itinga

Pelo menos sete bandidos fortemente armados explodiram a agência bancária do Bradesco na madrugada desta segunda-feira (8), na cidade de Itinga do Maranhão, a 615 quilômetros de São Luís.

De acordo com a Superintendência de Investigações Criminais (Seic), os criminosos chegaram à cidade em uma caminhonete L200 e atacaram a agência bancária.

Testemunhas dizem que vários tiros foram disparados pelos bandidos. Ainda não se sabe se os bandidos explodiram o cofre ou os caixas eletrônicos. “Ainda não sabemos (o que foi explodido), mas estamos em diligência pela cidade” afirmou o superintendente Thiago Bardal ao Blog do Michel Sousa.

Sete bandidos chegaram em uma L200

Os bandidos fugiram após ação. Equipes da Seic e da Polícia Militar de Açailândia estão participando da operação para tentar desbaratar a quadrilha.

A gerência da agência do Bradesco em Itinga do Maranhão ainda não revelou a quantia roubada pelos assaltantes nesta madrugada.

Este é o primeiro ataque a banco no Maranhão depois de um mês. Dados da Seic mostram que nenhum caso foi registrado em Abril deste ano. No primeiro trimestre houve redução de 85%, em relação ao mesmo período de 2016. (Reveja)

Curiosos foram até o local do ataque

Older posts

© 2018 Blog do Michel Sousa

Blog desenvolvido por: Bruno AlvesUp ↑