Tag: são luís shopping

Saldo positivo: evento Pokémon Go Solidário arrecada 300 kg de alimentos para crianças da Casa Sonho de Criança

Pokémon Solidário arrecadou mais de 300 kg de alimentos

Mais de 300 kg de alimentos não perecíveis foram entregues à Casa Sonho de Criança, que atende aproximadamente 50 crianças que convivem com HIV e Aids. Esse resultado é fruto da ação Pokémon Go Solidário, realizada no sábado (9),por um grupo de jogadores de Pokémon Go, na praça de alimentação do São Luís Shopping.

Com o espírito solidário e cheios da vontade de ajudar o próximo, jogadores de Pokémon Go de todos os lugares de São Luís passaram duas horas do sábado entregando donativos, misturando solidariedade com diversão. Foi a primeira vez desde o lançamento oficial do jogo, em junho de 2016, que a comunidade de jogadores de Pokémon Go em São Luís realizou uma ação social em prol dos menos favorecidos.

Evento foi realizado no São Luís Shopping

“A sociedade está de parabéns e esse evento solidário também foi muito importante para comprovar a bondade e a solidariedade de todos nós. Todos que compareceram e colaboraram com o Pokémon Go Solidário, o meu mais sincero obrigado” afirmou Ronaldo Silva, um dos organizadores.

“Para nós é muito gratificante poder ajudar ao próximo e através de ações tão simples. Nós sempre nos reunimos para poder jogar, ali é um momento de interação e descontração, então a ideia de poder utilizar esse tempo para algo a mais, nos motivou”, afirmou Aline Silva, também da organização do evento.

Evento reuniu centenas de pessoas

Para Wesley Coelho, 17 anos, atos como esse são exemplares, pois ajuda muita gente que precisa. Ele foi uma das centenas de pessoas que participaram do evento. “Pokémon Go é mais que um jogo e nós vimos isso aqui durante esse evento. Centenas de pessoas, de várias idades, profissões vieram entregar os donativos e interagir com outras pessoas. Estou orgulhoso em fazer parte disso, junto com meus amigos” destacou.

Flávio Carvalho, 22 anos, também marcou presença no evento. “É muito bom poder ajudar o próximo e mostrar que Pokémon Go é mais que um jogo, é uma comunidade que busca melhorar a vida das pessoas e ajudar o próximo”, explicou.

Pokémon Go Solidário
O evento Pokémon Go Solidário foi idealizado para ajudar a Casa Sonho de Criança. Durante o evento, que durou duas horas e contou com vários aparelhos do Nintendo Switch, os jogadores puderam doar um quilo de alimento em troca de uma caixa misteriosa do Meltan. 

Jogadores de Pokémon Go realizam ação social em prol de crianças carentes em São Luís

Jogadores de Pokémon Go realizam ação social em prol de crianças soropositivas

Caçar Pokémons e fazer o bem ao próximo. Até parece roteiro de desenho animado, mas é o que um grupo de jogadores de Pokémon GO, em São Luís, espera conseguir com a realização da primeira edição do ‘Pokémon Solidário’, neste sábado, das 16h às 18h, na Praça de Alimentação do São Luís Shopping ( 2º piso), na Avenida Carlos Cunha, no bairro do Jaracati.

É a primeira vez desde o lançamento oficial do jogo, em junho de 2016, que a comunidade de jogadores de Pokémon Go em São Luís realiza uma ação social em prol da Casa Sonho de Criança, que acolhe crianças soropositivas e portadoras do vírus HIV.

“A ação procura demonstrar que é possível ajudar a comunidade local, tendo como estímulo o jogo, ampliando a comunicação e socialização de todos”, afirmou Aline Silva, uma das organizadoras do Pokémon Solidário.

Mensalmente, o jogo dispara um evento especial no mundo todo, onde determinado Pokémon aparece com mais frequência, podendo ser capturado inclusive de uma forma rara, o chamado “brilhante”.

Nessas ocasiões, é normal que os jogadores se reúnam em maior número, sendo o principal ponto de encontro a Praça Dom Pedro 2, no Centro Histórico. No entanto, por motivos de segurança e conforto, será realizado no São Luís Shopping.

Pensando nisso, a comunidade de jogadores se organizou para receber diversas doações de alimentos não perecíveis que serão repassados em sua totalidade à Casa Sonho de Criança, e então distribuídas para as crianças carentes abrigadas lá.

“Você não precisa ser jogador de Pokémon Go para contribuir, mas quem for, poderá trocar um quilo de alimento não perecível por uma Caixa Misteriosa do Meltan, que somente os jogadores do Pokémon Let’s Go tem acesso. Para isso, basta procurar os organizadores do evento em nosso posto de arrecadação para ganhar a caixa”, afirmou Cleilson Rabelo, um dos idealizadores da ação solidária.

O evento terá duas horas de duração e contará com cinco aparelhos do Nintendo Switch, que permite fazer a transferência entre o game e o jogo no celular. Como bônus por enviar seu Pokémon para o Switch, o jogador receberá PE adicionais e desbloqueará o item especial “Caixa Misteriosa” na primeira vez que enviar um Pokémon. A Caixa Misteriosa permite pegar o Pokémon Mítico Meltan.

O Jogo

Pokémon GO é um jogo eletrônico free-to-play de realidade aumentada voltado para smartphones. O jogo é desenvolvido entre a Niantic, Inc., a Nintendo e a The Pokémon Company para as plataformas iOS e Android.

Foi inicialmente lançado em julho de 2016 para alguns países, eventualmente expandindo para o resto do mundo. Com o uso do sistema de posicionamento global (GPS) e a câmera de dispositivos compatíveis, o jogo permite aos jogadores capturar, batalhar, e treinar criaturas virtuais chamadas Pokémon, as quais aparecem nas telas de dispositivos como se fossem no mundo real. Um acessório opcional, o Pokémon Go Plus, alerta os usuários quando Pokémon estiverem nas proximidades.

Livro O SUS (S) EM NÓS do autor Carlos Lula terá renda revertida para tratamento de câncer

Livro ‘O SUS (S) EM NÓS’ terá renda revertida para tratamento de câncer

O escritor e advogado Carlos de Oliveira Lula, já conhecido pelos livros no ramo do direito eleitoral, realiza o lançamento, nesta sexta-feira (21), o livro O SUS (S)EM NÓS. Nesse livro o autor fala da sua dupla travessia entre deixar o direito para assumir um importante papel frente ao maior sistema de saúde de governo, o sistema único de saúde do Maranhão (SUS).

O livro leva o leitor a conhecer de forma clara como funciona por dentro o SUS, desde a sua fragmentação e falhas como a falta de comunicação entre os três níveis de atenção à saúde até as possíveis soluções adotadas como encarar a saúde básica como primária para melhorar todo o sistema do Estado.

O SUS (S)EM NÓS será lançado na livraria e espaço cultural AMEI no São Luís Shopping, às 19h dessa sexta feira (21). O livro será vendido pelo valor de R$ 40 reais, e toda a renda será revertida para o tratamento de câncer da Ariadne Weba, jovem mãe maranhense de 33 anos que trava uma batalha contra um linfoma cutâneo raro.

Procon multa cinema de São Luís em R$ 223.400 por falhas no sistema de ar-condicionado

Procon multou cinema por desobediência

O Procon no Maranhão multou o cinema da rede Cinépolis no São Luís Shopping em R$ 223.400,00 por falhas no sistema de ar-condicionado. A multa foi expedida após a fiscalização do início deste mês constatar a irregularidade.

O cinema terá 10 dias para efetuar o pagamento da multa. Em caso de descumprimento, a empresa será inscrita na dívida ativa do Estado do Maranhão para subsequente cobrança executiva.

Além do problema com o ar-condicionado, o Procon detectou o descumprimento da Portaria n° 34/2015 do Procon/MA, que assegura o direito ao benefício da meia-entrada a estudantes, professores, doadores de sangue, pessoas com deficiência, idosos e jovens cadastrados no CadÚnico do Governo Federal.

O descumprimento de leis municipal e estadual também foi constatado pelo órgão de defesa do consumidor, pois houve a infração ao artigo 7º, parágrafo 2º, artigo 9°, parágrafo 4° da Lei Municipal n° 4.729/2006 e artigo 1°, parágrafo 2° da Lei Estadual n° 9.683/12, que explicita que o benefício da meia-entrada se estende também às promoções e eventuais descontos.

O artigo 14 do Código de Defesa do Consumidor afirma ser o fornecedor responsável pela reparação dos danos causados aos consumidores por defeitos relativos à prestação dos serviços, independentemente da existência de culpa, e o artigo 39, inciso XII, veda ao fornecedor deixar de estipular prazo para o cumprimento de sua obrigação.

Procon já havia notificado o cinema

Relembre

Entre abril e maio, inúmeras denúncias dos consumidores indicaram que a rede de cinemas estaria com o sistema de ar-condicionado paralisado há vários dias, prejudicando a qualidade do serviço prestado. Sem suspender os serviços, a empresa aplicou o desconto de 50% sobre todos os ingressos a título de compensação.

Após confirmar as denúncias, o Procon/MA determinou que o Cinepólis solucionasse o problema e ainda praticasse a venda de meia-entrada sobre o valor efetivamente cobrado, independente do desconto concedido, com base na Lei Municipal n° 4.729/2006 e Lei Estadual n° 9.683/12. Contudo, por meio de fiscalização in loco, ficou constatado que o cinema descumpriu a determinação e violou os adesivos informativos ao consumidor.

© 2019 Blog do Michel Sousa

Blog desenvolvido por: Bruno AlvesUp ↑