Tag: jornalismo (page 1 of 5)

Vídeo que circula sobre assalto no Pátio Norte aconteceu em São Paulo

Vídeo que circula na internet mostra um grupo de adolescentes cercando um veículo e anunciando assalto

Desde a noite de domingo (20), circula em grupos de whatsapp, um vídeo de um carro sendo cercado por várias pessoas armadas e roubado no momento em sai do estacionamento de um shopping. O vídeo esta sendo atribuído como sendo na rua lateral ao Pátio Norte Shopping, localizado na Região Metropolitana da Grande São Luis.

Blog do Michel Sousa averiguou a situação e descobriu que o vídeo a principio era atribuído ao Norte Shopping, no Rio de Janeiro, mas que nem lá foi. As imagens foram gravadas em 2017 eocorreu na cidade de São Vicente, na Região Metropolitana da Baixada Santista, em São Paulo.

No registro, um dos homens aparece com uma arma na mão e ameaça o motorista próximo à Escola Estadual Margarida Pinho Rodrigues. Dois criminosos entram no veículo e fogem. O resto do grupo sai correndo pela rua.

Segue link de matéria veiculada na época do acontecimento logo abaixo.

http://novonoticias.com/cotidiano/a-verdade-sobre-o-video-que-mostra-um-suposto-roubo-de-carro-atras-do-norte-shopping

Bandidos assaltam sede de supermercado em São Luís

Bandidos entraram na parte administrativa da sede do prédio vestindo o uniforme de funcionários do supermercado.

Dois homens armados assaltaram na manhã desta sexta-feira (18), a sede de um supermercado no bairro Cohama em São Luís. De acordo com a Polícia Civil, os bandidos entraram na parte administrativa do prédio vestindo o uniforme de funcionários do supermercado e não levantaram suspeitas. Após a ação, os bandidos fugiram do local.

De acordo com os policiais, ainda não há informações sobre a quantia exata que os bandidos teriam levado. A Polícia Civil investiga o caso e deve ouvir os funcionários do estabelecimento e analisar as câmeras de segurança do local para saber mais detalhes sobre a ação.

Segundo testemunhas, alguns clientes que estavam fazendo compras no supermercado teriam ficado assustados com a notícia de que o supermercado estaria sendo assaltado. Houve um tumulto, mas a situação no local foi controlada.

Pátio Norte Shopping recebe autor do livro “Precisava Escrever”

Fenômeno nas redes sociais participa de tarde de autógrafos no Pátio Norte Shopping

Fenômeno nas redes sociais, o escritor goiano Rafael Magalhães lança, nesta sexta-feira (18), o terceiro volume da obra Precisava Escrever. A sessão de autógrafos será aberta ao público, das 15h às 17h, no Pátio Norte Shopping.

Com 288 páginas, o último livro da trilogia do Precisava Escrever contém mais de 50% de conteúdo inédito, além das crônicas de maior sucesso desde o lançamento do volume 2, ocorrido em dezembro de 2015. Vale lembrar que, na publicação impressa, o material é uma versão estendida dos textos que os leitores acompanham no perfil do Precisava Escrever no Instagram, atualmente com mais de 2 milhões de seguidores.

Durante a Tarde de Autógrafos, o autor também venderá livros e produtos com a marca “Precisava Escrever”.

História

Para se ter ideia da força editorial de Rafael na rede mundial de computadores, basta analisar alguns números. Durante a pré-venda do Precisava Escrever 3, no fim de setembro, o escritor vendeu em uma semana nada menos do que mil exemplares.

Durante muito tempo, os ‘rascunhos’ de Rafael ficaram no anonimato. Até que, em 2013, durante o casamento do irmão, ele resolveu ler algo que havia escrito para os noivos. Aí não teve jeito: a ordem veio do padre. “Você tem o dom de escrever e precisa compartilhar isso com as pessoas”, disse o sacerdote. O jovem criou coragem e começou a publicar os textos no Instagram.

“Nunca imaginei que chegaria até aqui. Sempre gostei de ler quando adolescente, mas pensar que eu ganharia a vida escrevendo, nossa, não dava para imaginar! Até hoje, estranho quando as pessoas me pedem autógrafo ou dizem ‘olhe o Rafa, ali’. Eu brinco que o Precisava Escrever me deu a chance de mostrar para o mundo quem eu sempre fui em casa ou com meus amigos. Aquele cara, sabe, que gostava de ser o orador na turma, escrevia no canto do quadro negro uma piada ou frase de humor ácido, ou mandava cartinhas para as namoradas. Acho que só arrumei um jeito de mostrar isto para todo mundo”, conclui.

Ex-governador Epitácio Cafeteira morre aos 93 anos

Senador Epitácio Cafeteira morreu aos 93 anos

O ex-governador Epitácio Cafeteira morreu na tarde deste domingo (13), aos 93 anos. Além de ex-governador, Cafeteira foi ex-prefeito de São Luís, senador e deputado federal pelo Maranhão.

A morte foi confirmada pelo deputado estadual Rogério Cafeteira, sobrinho do ex-governador que divulgou nota em rede social. “É com imenso pesar e tristeza profunda que comunico a todos o falecimento do meu tio, ex-governador e ex-senador, Epitácio Cafeteira”, afirmou.

O ex-governador estava enfermo e inspirava cuidados, em UTI residencial, decorridos de seu delicado estado de saúde.

Natural da Paraíba, Cafeteira veio ainda pequeno para o Maranhão, onde construiu uma admirável história política, dedicando a maior parte de sua vida a este estado, onde constituiu sua família.

Atualmente ele residia em Brasília e estava com 93 anos, deixando viúva a minha tia Isabel, de filha a minha prima Isabel e netos.

“É um momento de bastante tristeza para toda a família. A perda, para mim que o considerava um segundo pai, está sendo muito difícil, mas com a certeza que agora ele descansa nos braços do nosso Deus todo poderoso! Em nome de nossa família, agradeço as mensagens de solidariedade que temos recebido”, disse o deputado Rogério Cafeteira.

Repórter lançará livro sobre facções criminosas e ‘vida loka’ no Maranhão

Repórter lançará livro sobre facções criminosas e ‘vida loka’ no Maranhão

Será lançado, no próximo dia 2 de junho, na Livraria e Espaço Cultural AMEI, no São Luís Shopping, na capital maranhense, o livro “Guerra urbana – o homem vida loka”, o segundo de uma quadrilogia do jornalista Nelson Melo. A obra discorre sobre o surgimento das facções criminosas no Maranhão, fato ocorrido em 2013, citando a mudança nesse cenário, com a desintegração e criação de outros grupos do crime organizado urbano.

O livro, de acordo com o autor, é o resultado de uma extensa pesquisa feita pelo repórter, cuja experiência no jornalismo policial possibilitou que a obra pudesse ser escrita, a partir da análise antropológica da realidade violenta no Maranhão, onde quatro facções criminosas disputam territórios e formaram alianças. Nelson Melo descreve como essas organizações delinquentes surgiram no Estado e por que houve a mudança no panorama urbano, com a “morte” e surgimento de alguns grupos.

A análise de Melo é baseada na vida loka, conduta delinquente que o jornalista define como um comportamento desviante em relação à estrutura histórica de consolidação da esfera estatal enquanto pilar da civilização. O repórter conversou direta e indiretamente com faccionados ou simpatizantes durante as pautas jornalísticas, o que resultou na obra “Guerra urbana – o homem vida loka”, o segundo da quadrilogia que começou com “Guerra urbana – morrendo pela vida loka”, lançado em março de 2017 na Ufma, Campus do Bacanga.

Segundo o repórter policial, o livro será lançado a partir das 19h30 do dia 2 de junho. Cabe ressaltar que a obra foi prefaciada pelo também escritor Antonio Noberto, membro-fundador e atual presidente da Academia Ludovicense de Letras (ALL).

Sobre o autor: Nelson Melo nasceu em Santa Rita/MA. Bacharel em Comunicação Social, atualmente é pós-graduando em Perícia Criminal. Trabalha como repórter policial há quase cinco anos e possui vários artigos publicados em jornais que circulam no Maranhão, sempre sobre o tema da guerra urbana entre facções criminosas, abrangendo aspectos como gangues, sistema carcerário, violência urbana, Criminalística, Direito Penal, educação familiar e escolar, polícia comunitária etc.

Nelson também é palestrante, sendo que palestrou em instituições como Academia de Polícia Militar Gonçalves Dias (APMGD), Liceu Maranhense, Ufma, Livraria AMEI, Centro de Ensino Sagarana, Convento das Mercês e Academia de Polícia Civil do Maranhão (Acadepol). O escritor é, ainda, desenhista e revisor ortográfico de livros e trabalhos acadêmicos.

Fotógrafo expõe no hall da Assembleia Legislativa ‘Belezas da Costa Amazônica Maranhense’

Localizada na divisa do Maranhão com o Pará, esta região compreende o Golfão Maranhense

Pouco conhecida da maioria dos maranhenses e até confundida com outra região do estado, a Ilha dos Lençóis, sua biodiversidade natural e seus habitantes, estará em exposição entre os dias 7 e 30 deste mês no hall principal da Assembleia Legislativa. Nesse período, o fotógrafo Marinelton Cruz apresentará seu trabalho “Costa Amazônica Maranhense”, com mais de uma dezena de painéis.

Localizada na divisa do Maranhão com o Pará, esta região compreende o Golfão Maranhense (Baía do Tubarão, Região do Munim, a Ilha de São Luís, Alcântara e a Baía de Cumã) e o Litoral Ocidental, a oeste de São Luís. Dentro dela está a extensa Área de Proteção Ambiental (APA) das Reentrâncias Maranhenses, que abriga o Polo Eco turístico da Floresta dos Guarás e o Polo Amazônia Maranhense.

Essa parte do litoral abriga um sítio Ramsar (Convenção sobre as Zonas Húmidas de Importância Internacional), a Rede Hemisférica de Reservas para Aves Limícolas, o Farol de São João (o segundo em importância para a navegação brasileira), a lendária Ilha dos Lençóis (morada definitiva da encantaria sebastianista no Maranhão) e o parcel de Manoel Luís, que em 1991 foi transformado no primeiro parque estadual marinho do Brasil e é o maior banco de corais da América do Sul. Comporta ainda a reserva extrativista marinha do município de Cururupu.

Segundo Marinelton Cruz, esta importante região encontra-se com pouca visibilidade. “Suas particularidades naturais e humanas precisam de destaques para favorecer ações de desenvolvimento socioculturais sustentáveis”, avalia o fotógrafo.

No ano passado, a exposição Costa Amazônica Maranhense foi apresentada no Convento das Mercês e as fotografias foram doadas para a Fundação da Memória Republicana (FMR). Essa será a primeira vez que o conjunto da obra será levada para local externo à Fundação, o que deverá ocorrer outras vezes.

Maranhão marca presença no Encontro Mundial de Chefs

Chef Luciano Rosa representa o Maranhão

O renomado Chef de cozinha, Luciano Rosa vai representar o Maranhão em um dos eventos internacionais mais importantes do segmento, o Encontro Mundial de Chefs. O encontro vai ser realizado em Guararema (SP), entre os dias 21 e 24 de setembro. Os mais destacados profissionais da área ao redor do planeta vão se reunir para discutir, entre outras questões, o futuro da chamada gastronomia sustentável.

Luciano Rosa vai apresentar exemplos de como as raízes locais podem ser valorizadas em preparações sofisticadas e vanguardistas. “Elementos típicos de um povo e traços da cultura são valorizados quando os ingredientes mais marcantes são utilizados como referências no preparo de um prato. É a reivenção, com um novo olhar, uma nova leitura, mas com o DNA preservado”, destaca o Chef.

O Chef Luciano Rosa tem gosto requintado, olhar atento e paladar apurado, além de uma carreira memorável. Natural de Ourinhos-SP, o Chef Executivo do Spazzio tomou gosto pela culinária ainda na infância, por influência da mãe, a quem ele ajudava nas tarefas domésticas. Profissional dedicado, Luciano fez especialização em Gelateria e Comida Francesa, na Europa. Por 11 anos, Luciano Rosa ocupou o posto de Chef Executivo na Unilever, gigante da indústria alimentícia. Em 2001, Luciano representou o Brasil na Copa Mundial de Gastronomia, na Espanha, onde ficou em 2º lugar.

Entre as grandes realizações, no Brasil, o Chef participou da montagem do cardápio dos Papas João Paulo II e Bento XVI, durante as visitas dos pontífices ao país. No Maranhão há 5 anos, Luciano Rosa é responsável por toda a área gastronômica do Grupo Mateus.

 Encontro mundial

O Encontro inédito foi lançado em São Paulo, em junho deste ano. O evento, cujo tema será “Compartilhando Conhecimento”, foi idealizado pelo conceituado Chef Luiz Farias, gerente Nacional de Serviços e Atendimento ao Cliente da Bunge Brasil. O objetivo é debater o futuro de uma gastronomia mais sustentável e responsável.

Temas como o custo da alimentação ao planeta e sustentabilidade por meio dos ingredientes serão debatidos durante os quatro dias do evento, que acontece no Guararema Parque Hotel Resort, em Guararema, cidade paulistana que respira responsabilidade social e ambiental.

O encontro reunirá importantes nomes da gastronomia brasileira e internacional, além de representantes da indústria de alimentos, produtores, escolas de gastronomia e outros profissionais da área.

População tenta invadir delegacia para linchar suspeitos de latrocínio

População tentou invadir delegacia para matar suspeitos de latrocínio

Cerca de 500 pessoas tentaram invadir a Delegacia de Polícia Civil em Rosário, a 72 quilômetros de São Luís, na noite deste domingo (21). Homens da 7ª Companhia da Polícia Militar de Rosário foram acionados e conseguiram conter a fúria da população.

Os populares ameaçavam invadir a delegacia para linchar dois suspeitos de latrocínio na Rua Benedito Leite, onde uma empresária foi morta depois de ter entregue seus pertences aos bandidos. Após o crime, a dupla foi encontrada sentada em frente a uma padaria.

A vítima era a empresária Adelice Gonçalves Dias. Ela estava chegando em casa quando foi abordada por Edvan Lima Baltazar, de 20 anos, e António Carlos Pereira Baltazar, de 25 anos.

Edvan Lima Baltazar, de 20 anos, e António Carlos Pereira Baltazar, de 25 anos

Os dois indivíduos estavam em uma motocicleta e tomaram dois celulares da mulher. Antes de fugir, um deles resolveu atirar contra a vítima que morreu ainda no local.

A PM achou os suspeitos sentados em frente a uma padaria, como se nada tivesse acontecido. A dupla ainda tentou fugir, mas bateram em um veículo e acabaram presos. Com eles, a Polícia Militar apreendeu uma arma de fabricação caseira e uma moto preta e placa NXF-0289.

A notícia da morte da empresária se espalhou causando a revolta de populares. A situação foi controlada pela PM. Os suspeitos foram ouvidos e autuados em flagrante e encaminhados para uma unidade do sistema prisional do Maranhão, onde permanecerão a disposição da Justiça.

Arma usada no crime

Veja o vídeo abaixo:

Ex-aluno do IFMA tem trabalho publicado no site da NASA

Phablo trabalha em projeto de extensão da UFG intitulado “Redescobrindo a Astronomia”

O ex-aluno Instituto Federal do Maranhão (IFMA) Phablo Araújo teve um trabalho publicado nos sites da National Aeronautics and Space Administration (NASA) e da National Geographic.

Atualmente é acadêmico de física e trabalha em um projeto de extensão da Universidade Federal de Goiás intitulado “Redescobrindo a Astronomia”, que tem como objetivo contribuir com a divulgação e popularização da ciência.

Segundo o estudante, é por meio desse projeto que ele tem feito o processamento de imagens astronômicas há cerca de dois anos, mas só fez a primeira submissão à NASA em 2017.

Ele capturou duas imagens do planeta Júpiter obtidas a partir do processamento de dados enviados pela missão espacial Juno, da NASA. A agência espacial disponibilizou fotografias feitas por uma sonda, que capta a mesma imagem três vezes – uma para cada canal de cores.

Cada um dos filtros revela detalhes diferentes do planeta, daí a necessidade de unir os dados capturados em uma nova e única imagem com os melhores detalhes de cada foto. “Os dados ficaram disponíveis para que astrônomos amadores pudessem baixar, processar e enviar de volta à missão”, explica Phablo.

Phablo conta que o seu interesse pela Astronomia surgiu no 3º ano do Ensino Médio no IFMA, quando foi motivado pelo professor de Física Eduardo Albuquerque. “Estávamos estudando Ótica e tive a ideia de tentar construir uma luneta”, comenta Phablo.

Ele destaca que o professor Eduardo apoiou a ideia, entregando alguns artigos e revistas sobre o assunto. “Quando consegui concluir o trabalho, fomos algumas vezes ao campus à noite para observar alguns alvos mais fáceis”, relembra o ex-aluno, que já inclui uma pós-graduação em Astronomia em seus planos para o futuro.

O professor do IFMA Campus Mangabeiras Rosimiro do Nascimento também relembra a passagem de Phablo pelo Instituto como um aluno extrovertido e que sabia o que queria: criar, inventar, inovar e pesquisar. “Nossa instituição foi importante na vida dele, uma vez que sempre deu espaço para que mostrasse suas invenções”, afirma o docente.

Imagem enviada para Nasa

Maranhão registra um acidente de trabalho a cada 90 minutos

Um acidente de trabalho é registrado a cada 90 minutos (16 ocorrências por dia) no Maranhão , segundo dados divulgados pelo Ministério do Trabalho.

O levantamento mostra que grande parte destes acidentes são registrados no setor da construção civil.

Ainda segundo a Superintendência do Trabalho no Maranhão, em média 49 trabalhadores morrem por ano, em virtude de acidentes ou de lesões decorrentes no local de trabalho.

Em 2016, o Maranhão registrou 5.692 acidentes de trabalho. No Brasil, são registradas em média 2.800 mortes de trabalhadores no trabalho por ano. Ou seja, média de uma morte a cada três horas.

“Às vezes a por causa da remuneração e da baixa oferta de emprego em vários setores, o trabalhador está ciente dos riscos ao seu bem-estar físico. É preciso, neste caso, mudar esta cultura”, finaliza a superintendente do Trabalho no Maranhão, Cláudia Almada.

Older posts

© 2018 Blog do Michel Sousa

Blog desenvolvido por: Bruno AlvesUp ↑