Tag: Governo do maranhão (page 1 of 4)

Instituto Gerir foi notificado 19 vezes antes de ter contrato suspenso pela Secretaria de Saúde

Uma das notificações enviadas ao Instituto Gerir

O Instituto Gerir, que administrava três unidades hospitalares no Maranhão, vinha sendo notificado desde junho de 2017 sobre imprecisões em sua prestação de contas. Foram 19 notificações ao todo – 11 no ano passado e 8 este ano.

Mesmo assim, o instituto continuou a não cumprir suas obrigações, o que motivou a Secretaria de Estado da Saúde (SES) a suspender o contrato com a organização social. Nas notificações, a SES pedia mais documentos que comprovassem a prestação de contas.

Em novembro de 2017, por exemplo, a SES comunicou que o instituto tinha até dezembro do mesmo ano para responder a dúvidas no relatório de prestação de contas referente a agosto. Faltavam comprovantes na prestação de contas.

O Gerir não atendeu o conteúdo das notificações, restando ao Estado a suspensão do contrato, para preservar o interesse público.  Para não prejudicar os pacientes e os funcionários, a administração das três unidades que estavam com o instituto foi trocada por outras instituições cadastradas.

Nova adutora do Sistema Italuís começa a funcionar para reforçar abastecimento

Nova adutora conta também com novos mecanismos para manutenção, que permitem reparos na estrutura.

A nova adutora do Sistema Italuís já está em operação. A conclusão da interligação foi feita com sucesso na madrugada do último sábado (19). Em um primeiro momento, o abastecimento para 600 mil pessoas em São Luís voltou a ser feito pela antiga adutora, como previsto. Depois, após os procedimentos necessários, a nova entrou em operação.

De acordo com a Companhia de Saneamento Ambiental (Caema), o ganho com a nova adutora será de 30% no abastecimento para os 159 bairros atendidos pelo Italuís.

Para fazer a interligação da nova adutora, foi preciso interromper o abastecimento entre os últimos dias 16 e 19. Agora, a previsão é que o morador passe a sentir melhoras no fornecimento de água.

A complexidade da obra envolveu a substituição de 20 quilômetros de tubulação na região do Campo de Perizes.

Com uma estrutura mais resistente, a nova adutora vai evitar os rompimentos frequentes que causam interrupções no abastecimento da cidade.

Ela foi construída com estrutura de aço de 1.400 milímetros – diferentemente da antiga, construída em ferro fundido de 1.200 milímetros e com boa parte da estrutura já degradada.

Como parte da obra, também foi feita a implantação de ponte de sustentação. A ponte tem 110 metros de comprimento, 16 metros de altura e pesa 350 toneladas.

Foi feita ainda a elevação da estrutura da adutora, evitando contato da tubulação com estuário de cunha salina (um ambiente aquático de transição entre um rio e o mar), comum na área.

A nova adutora conta também com novos mecanismos para manutenção, que permitem reparos na estrutura.

Caminho da água

Antes de chegar a São Luís, a água percorre um longo caminho. A água é captada no Rio Itapecuru, logo após a cidade de Bacabeira. Depois, ela é tratada em estação própria. Em seguida, percorre a adutora, que fica às margens da BR-135, até a câmara de transição situada no bairro do Tirirical.

Só depois de tudo isso a água é distribuída para os reservatórios nos bairros da capital.

Novo Disque Saúde registrou quase 11 mil agendamentos em três semanas de funcionamento

Disque Saúde melhorou a dinâmica de marcação de consultas

O Governo do Estado iniciou a expansão do Disque Saúde. O serviço para agilizar o acesso da população às consultas do serviço ambulatorial passa a ser utilizado em sete unidades da rede da Secretaria de Estado da Saúde (SES) da Região Metropolitana de São Luís. Em três semanas de funcionamento, o novo Disque Saúde registrou quase 11 mil agendamentos. O atendimento é feito pelo telefone 3190-9091, de segunda a sexta-feira, das 7h às 19h.

O Disque Saúde, serviço de agendamento do serviço ambulatorial da Secretaria de Estado da Saúde (SES), completou 18 dias de funcionamento, nesta quinta-feira (3), com o registro de 10.704 consultas agendadas. Em média, são 4 mil ligações diárias. Dentre as especialidades, Cardiologia, Neurologia, Endocrinologia, Otorrinolaringologia e Ortopedia são as mais procuradas.

“Com o Disque Saúde, o Governo do Estado simplifica o acesso da população aos serviços de saúde. Garantimos assim um tratamento digno e confortável aos cidadãos”, destaca o secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula.

Nesta segunda-feira (7), o Centro de Saúde Dr. Genésio Rêgo e Hospital Infantil Dr. Juvêncio Mattos passarão a compor o serviço. Entre as unidades já com marcação de consultas por meio do Disque Saúde, estão o Centro de Especialidades Médicas e Diagnóstico Dr. Luiz Alfredo Netto Guterres, conhecido como Pam Diamante; o Centro de Medicina Especializada (Cemesp), no Bairro de Fátima; o Hospital de Câncer do Maranhão, o Hospital Geral da Vila Luizão, além do recentemente incluído no sistema, o Centro de Especialidades Médicas da Cidade Operária

A coordenadora da Central Integrada de Regulação Ambulatorial da SES, Mércia Gonçalves Lima, explica que o Disque Saúde foi um grande avanço ao integrar os canais de marcação das unidades que atende. No total, são 80 atendentes realizando o trabalho. “Se todas as vagas para o mês da especialidade pretendida estiverem esgotadas, a pessoa entra automaticamente na fila de espera e recebe um código de solicitação. Tentamos agendar com 15 dias no máximo”, ressalta.

Agendamento no Disque Saúde

Ao ligar para agendar uma consulta, o usuário deve fornecer o número do cartão do SUS e o nome do médico que deu o encaminhamento para a especialidade pretendida – com exceção de clínica geral, pediatria e ginecologia, que não é necessário o encaminhamento. O comparecimento à unidade de saúde deve ocorrer no dia e horário marcados, portando RG, cartão SUS, encaminhamento médico e o número fornecido pelo Disque Saúde.

Rompimento acidental da adutora do Sistema Italuís deixará 159 bairros sem água em São Luís

Caema garantih que reparos serão finalizados em até 24h

A Companhia de Saneamento Ambiental (CAEMA) informa que, houve um rompimento na adutora do Italuís na noite deste domingo (29). A Caema informou que já  adotou providências para que o problema seja resolvido em até 24 horas.

Por causa da histórica falta de cuidados com Italuís ao longo de décadas, já ocorreram mais de 35 rompimentos da adutora antiga. A nova adutora, que brevemente será entregue pela CAEMA, interromperá essa série de rompimentos, razão pela qual a Companhia está cobrando as empresas para que concluam a obra.

Bairros Afetados:
ZONA 01
Centro; São Pantaleão; Madre Deus; Goiabal; Codozinho; Vila Bessa; Belira; Lira; Parte da Areinha; Macaúba; Apicum; Camboa; Vila Bangu; Diamante; Vila Passos; Coréia de Baixo; Coréia de Cima; Sítio do Meio; Alto da Boa Vista; Retiro Natal; Liberdade; Tomé de Sousa; Fé em Deus; Floresta; Retiro Natal e Monte Castelo.

ZONA 02
Apeadouro; Irmãos Coragem; Bairro de Fátima; Bom Milagre; Parque Amazonas; Alemanha; Caratatiua; Vila Ivar Saldanha; Alto da Vitória; João Paulo; Jordoa; Vila Palmeira; Barreto; Túnel do Sacavém; Santa Cruz; Vera Cruz; Cutim; Radional; Coroado; Parque Pindorama; Parque do Nobres; Redenção; Barés; Filipinho; Sítio Leal; Sacavém; Coheb do Sacavém; Santo Antônio; Vila Conceição; Bom Jesus; Vila dos Frades; Parque Timbira; Alto do Parque Timbira; Primavera; Sítio do Pica Pau Amarelo; Coroadinho.

ZONA 04
São Cristóvão; Tirirical; Solar das Mangueiras; Parque Universitário; João de Deus; Sítio Pirapora; Vila Itamar; Parque Jaguarema; Parque Sielândia; Residencial Canaã; Alameda dos Sonhos; Vila Lobão; Parque Roseana Sarney; Santo Antônio; São Bernardo; Vila Brasil; Cohapan; Jardim São Cristóvão; Residencial João Alberto; Parque Sabiá.

ZONA 05
Alto do Calhau; Calhau; Cohafuma; Conjunto Basa; Ilhinha, Jaracaty; Jardim São Francisco; Loteamento Boa Vista; Loteamento Jaracaty; La ravardiere; Ponta D’Areia; Ponta do Farol; Residencial Novo Tempo; Recanto dos Nobres; Renascença I e II; Residencial Ana Jansen; São Marcos; São Francisco; Vila Conceição I e II; Av. Litorânea; Angelim Velho; Bequimão; Cohajoly; Cohama; Condomínio Villagio Esperança; Conjunto Angelim; Residencial Marfim; Conjunto Boa Morada; Conjunto Vinhais; Eco Villagio; Maranhão Novo; Parte do Primavera; Turu; Planalto Cohaserma; Planalto Vinhais I e II; Recanto Vinhais; Residencial Jaqueira; Residencial Vinhais II e III; Rio Anil; Vila Fialho; Villagio do Angelim; Vivendas da Cohama; Vinhais Velho; Olho D’água, Parte do Habitacional Turu.

ZONA 06
Jambeiro; Porto da Vovó; Sá Viana Novo; Sá Viana Velho; UFMA; Vila Bacanga; Vila Dom Luís; Vila Isabel; Vila Cerâmica; Vila Primavera; Vila Embratel; Vila Nova; Bonfim; Vila Verde; Fumacê; Anjo da Guarda; São Raimundo; Alto da Vitória; Gancharia; Vila São Luís; Vila Ariri; Vila Mauro Fecury I e II; Conjunto Taguatur.

Governo implanta Disque Saúde para agendamento de consultas em unidades estaduais em São Luís

Call center vai possibilitar agendamento de consultas em unidades da rede estadual na capital (Foto: Julyane Galvão)

Para simplificar o acesso da população às consultas do serviço ambulatorial, o Governo do Estado inaugurou esse mês o Disque Saúde. O serviço oferece mais agilidade no agendamento e integra um pacote de ações da Secretaria de Estado da Saúde (SES) para o fortalecimento da assistência em saúde na Região Metropolitana de São Luís.

“É um propósito do governador Flávio Dino continuar investindo na política de atenção em saúde, por isso estamos avançando no processo de marcação de consultas. A implantação do serviço resulta na melhoria do atendimento oferecido ao cidadão”, ressaltou o secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula.

Para agendar a consulta pela primeira vez na unidade, o usuário deve ligar para o novo serviço. Durante o atendimento, é necessário o número do cartão do SUS. A marcação pode ser feita por meio do telefone 3190-9091. Agora, as consultas estão sendo marcadas de segunda a sexta-feira, das 7h às 19h.

Ao agendar a consulta, o paciente será informado do número de identificação, que corresponde à reserva da consulta em seu nome. O comparecimento à unidade de saúde deve ocorrer no dia e horário marcados, portando RG, cartão SUS e o número fornecido pelo Disque Saúde.  O paciente deve chegar à unidade 30 minutos antes da sua consulta ou exame.

O novo serviço de marcação de consulta por telefone está funcionando para quatro unidades da rede estadual na capital: o Centro de Especialidades Médicas e Diagnóstico Dr. Luiz Alfredo Netto Guterres, conhecido como Pam Diamante; o Centro de Especialidades Médicas da Vila Luizão; o Centro de Medicina Especializada (Cemesp) do Bairro de Fátima; e o Hospital do Câncer do Maranhão.

Ainda no mês de abril, o Centro de Especialidades Médicas da Cidade Operária, o Hospital Infantil Dr. Juvêncio Mattos e o Centro de Saúde Genésio Rêgo serão incluídos no sistema de agendamento de consultas por telefone. A Secretaria de Estado da Saúde busca implantar o Disque Saúde em 18 unidades da rede estadual em São Luís até junho deste ano.

“Antes tínhamos centrais de call center que usavam linhas individuais, o que deixava o serviço indisponível toda vez que alguém ligava e a central já estava em atendimento. Hoje temos um serviço profissional usado por grandes empresas e que dispõe de mais de 80 atendentes especializados para o atendimento de marcação de consultas”, destacou a coordenadora da Central Integrada de Regulação Ambulatorial da SES, Mércia Gonçalves Lima.

O atendimento do Disque Saúde vai direcionar o atendimento conforme a gravidade e a proximidade do recurso médico oferecido. Os casos mais simples, sem necessidade de especialista, poderão ser tratados nas próprias Unidades Básicas de Saúde da Prefeitura. Já os casos mais complexos serão encaminhados para os ambulatórios estaduais de especialidades.

Mais Saúde realiza mais de 11 mil atendimentos em São José de Ribamar

Mais Saúde realizado no Liceu Ribamarense, em São José de Ribamar

A Secretaria de Estado da Saúde contabilizou 11.178 atendimentos na 12ª edição do Mais Saúde, no Liceu Ribamarense I, durante este sábado (21) e domingo (22). Entre os serviços mais procurados pelos usuários estiveram os testes rápidos para diagnóstico de sífilis, Aids e hepatites, aferição de pressão e teste de glicemia, além da emissão de documentos na carreta do Viva.

“O Mais Saúde reforça o atendimento na atenção básica em municípios da Grande Ilha. Além da capital, já havíamos realizado edições na Raposa e em Paço do Lumiar. Em Ribamar, na primeira ação, obtivemos uma resposta positiva dos usuários. Por meio deste projeto, o Governo do Maranhão expande o acesso da população aos serviços básicos de saúde”, explica o secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula.

Mais Saúde realiza mais de 11 mil atendimentos em São José de Ribamar.

A parceria com a prefeitura de São José de Ribamar garantiu ampliação nas equipes de atendimento do Mais Saúde. “Trouxemos nossa equipe de profissionais de saúde, além de dentistas e também oftalmologistas. Trouxemos também uma equipe de vacinação para reforçar a imunização. Fizemos tudo o que podíamos para somar e o resultado não poderia ser diferente do que temos aqui, muitos atendimentos sendo realizados para a população”, disse o prefeito Luis Fernando.

Na Unidade Móvel de Prevenção ao Câncer, exames preventivos, exames laboratoriais e consultas odontológicas reforçaram as ações de combate ao câncer, especialmente câncer de colo de útero e de boca.

Silvana da Silva, estudante de 21 anos, realizou o preventivo e elogiou a rapidez no atendimento. “Cheguei e com pouco tempo eu fui atendida”, contou.

A dona de casa Nayane Pereira, 23 anos, levou o filho para tirar a carteira do SUS e fazer consulta com o dentista. “Eu queria que todo mês tivesse, muito bom ter isso aqui tão perto de casa”, disse.

A 12ª edição do Mais Saúde ofertou, ainda, consultas com clínico geral, pediatra, orientações sobre saúde bucal, tabagismo, diabetes e hipertensão, além de vacinação para todas as faixas etárias.

Visita do governador

No sábado (21), o governador Flávio Dino visitou a 12ª edição do Mais Saúde e recebeu o título de Cidadão Ribamarense da Câmara de Vereadores de São José de Ribamar.  “Uma casa para prosperar precisa ter união. Uma casa dividida é fraca. E nós estamos vendo aqui como isso se aplica a vários âmbitos da vida. Essa ação de hoje é a prova de que com união, conseguimos que São José de Ribamar e todo o Maranhão tenham mais benefícios e mais ações”, enfatizou o governador. 

Candidatos do concurso da Saúde são convocados para etapa de avaliação de títulos e experiência profissional

Com a convocação para a prova de títulos e experiência profissional, última etapa do concurso público da Secretaria de Estado da Saúde (SES) para preenchimento de 1000 vagas para o quadro efetivo da Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares (Emserh), os candidatos têm até 25 de abril para efetuarem a entregar da documentação. A convocação dos candidatos foi divulgada nesta quinta-feira (19) pelo Instituto AOCP.

“Desde o período das inscrições até aqui, o concurso público para a Saúde tem sido marcado pela mais absoluta normalidade, obedecendo fielmente os critérios estabelecidos no edital. Graças ao bom andamento dos trabalhos, chegamos à última etapa dentro da previsão originalmente traçada”, destacou Vanderley Ramos, presidente da Emserh.

A prova de títulos e experiência profissional será realizada para todos os candidatos que concorrem as vagas de nível superior. Os candidatos aprovados para a prova de títulos deverão apresentar os diplomas de doutorado, mestrado, especialização, produção científica ou aperfeiçoamento – com pontuação que varia de 0.3 a 3.10.

Para os candidatos classificados para os cargos de nível médio, será considerada apenas a experiência profissional. Por cada ano de experiência, o candidato terá um ponto, conforme tabela de pontuação no Edital de Abertura n° 01, na Tabela 11.2.

Prazos 
Os candidatos deverão entregar a documentação necessária para avaliação na Prova de Títulos no período das 10h do dia 19 até as 14h do dia 25 de abril, observado o horário oficial de Brasília (DF). Os convocados devem preencher o Formulário de Cadastro de Títulos e Experiência Profissional disponível no endereço eletrônico www.institutoaocp.org.br.

Após preencherem o formulário, os candidatos precisam imprimir duas vias do comprovante de cadastro dos títulos, reter uma para si e enviar a outra juntamente com os documentos comprobatórios via Sedex com AR (Aviso de Recebimento) para o endereço informado nas etiquetas geradas até o dia 25 de abril (será observada a data de postagem).

Vale lembrar que todos os documentos deverão ser preenchidos uma única vez no formulário de cadastro de títulos, conforme disposto no Edital de Abertura n° 01, na Tabela 11.2 e 11.3. No caso da existência de dois ou mais formulários de cadastro de títulos preenchidos por um mesmo candidato, para o mesmo emprego, será considerado o último cadastro realizado, sendo os demais cadastros cancelados automaticamente, desconsiderando-se as informações neles registradas.

O concurso da Emserh é válido por dois anos, contado a partir da data de homologação do resultado final do certame, podendo ser prorrogado, uma única vez, por igual período, por conveniência administrativa.

Chuva deixa 2.006 pessoas desabrigadas no Maranhão

Chuva afetou 20 cidades em todo o estado do Maranhão

Cerca de 2006 famílias em 20 municípios sofrem com as consequências da chuva no Maranhão, de acordo com o relatório da Defesa Civil Estadual divulgado neste domingo (15).  A maior parte destas famílias estão no município de São João do Sóter, com 483 famílias; seguido de Tuntum, com 335; Presidente Vargas, com 300; Trizidela do Vale, 205; e Brejo, 200.

Estão na lista dos municípios afetados pelas chuvas: Marajá do Sena, Pedreiras, Trizidela, Caxias, Lago dos Rodrigues, Presidente Vargas, Brejo, Bacabal, Imperatriz, São João do Sóter, Tuntum, Codó e Formosa da Serra Negra, que já emitiram notificação à Defesa.

Até agora nove cidade decretaram oficialmente situação de emergência: Marajá do Sena, Pedreiras, Trizidela, Lago dos Rodrigues, Presidente Vargas, Brejo, São João do Sóter, Tuntum e Caxias. As cidades de São Luís Gonzaga, Rosário, Timbiras, Cantanhede, Nina Rodrigues, Paulino Neves e Araioses estão em estado de alerta.

Gestão estadual tem coordenado esforços para ajudar famílias atingidas pelas enchentes

O Governo do Estado mantém o reforço do Corpo de Bombeiros, Defesa Civil, Centro Tático Aéreo (CTA) e secretarias estaduais para prestar o acolhimento aos atingidos pelas chuvas. Também está sendo dado apoio com distribuição de mantimentos às populações, dependendo da demanda – entre estes, cestas básicas de alimentos, medicação e itens como roupas, colchonetes, filtros e água.

Foram enviados até o momento pouco mais de 1.900 mantimentos às cidades atingidas. Beneficiários do programa Bolsa Família tiveram os repasses mensais adiantados, nas cidades em situação de emergência.

Ações do Governo

No conjunto de medidas desenvolvidas pelo Governo está a execução de programas como o Mais Asfalto, para recuperar as vias danificadas pelas águas; e auxílio do programa Cheque Minha Casa (aos que estão em situação de emergência) a ser utilizado pelos afetados para compra de mantimentos, utensílios e eletrodomésticos, dependendo da necessidade da família.

A Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa Civil do Maranhão (CEPDEC-MA) segue reunindo com as prefeituras para levantamento dos problemas e definição da assistência a ser prestada, além de manter reforço nas localidades, auxiliando nas ações e gerenciamento dos desastres.

“Nosso efetivo está mobilizado para a assistência, de respostas às primeiras demandas e, posteriormente, à reconstrução dos danos nas cidades atingidas pelas chuvas. Estamos em alerta à situação dos municípios maranhenses que sofrem com este que é um dos períodos chuvosos mais intensos. Temos nos reunido com as prefeituras e as comunidades para reverter esse quadro e restaurar o cotidiano das famílias atingidas”, destacou o comandante geral do Corpo de Bombeiros, coronel Célio Roberto de Araújo.

Corpo de Bombeiros resgata homem após acidente na cidade de Pedreiras

Corpo de Bombeiros de Trizidela do Vale e a Polícia Militar foram acionados para realizarem o atendimento

O Corpo de Bombeiros realizou o resgate de uma vítima de acidente de trânsito neste sábdo (14). O acidente ocorreu na cidade de Pedreiras, distante 276 km de São Luís. O motorista de um veículo do tipo picape Toro perdeu o controle do automóvel quando passava por uma ponte e caiu dentro de um igarapé.

O impacto causou grande avaria no veículo, que após a queda, permaneceu emborcado dentro do igarapé, o motorista, identificado como Dr. Vando, ficou preso às ferragens. Segundo testemunhas, Vando seguia em sua Toro, sentido Avenida Rio Branco, e, ao passar sobre a ponte, não conseguiu controlar o veículo, resultando no acidente.

O Corpo de Bombeiros de Trizidela do Vale e a Polícia Militar foram acionados para realizarem o atendimento, a prioridade era retirar o condutor das ferragens, já que o volume de água dento do automóvel ameaçava a vida do motorista. Os bombeiros usaram um desencarcerador hidráulico para realizar cortes no veículo e alcançar a vítima.

Após uma rápida intervenção da equipe, o motorista foi retirado com segurança e encaminhado para o hospital.

Equipes levam resgate, água e alimentos a prejudicados pelas chuvas

Equipes de resgate auxiliam atingidos pela chuva em Caxias

Centenas de pessoas atingidas pelos estragos das chuvas nos últimos dias recebem apoio do Governo do Estado com as ações de equipes do Corpo de Bombeiros, Centro Tático Aéreo e das secretarias de referência. Segundo a Defesa Civil do Estado, pelo menos 15 cidades foram alvo de enchentes e enxurradas.

As equipes de salvamento prestam reforço realocando as populações desabrigadas, monitorando a situação de risco e fazendo, junto às prefeituras, levantamento das necessidades prioritárias. Nesta quarta-feira (11), o Governo do Maranhão enviou remessas de mantimentos a cidades afetadas.

Em Tuntum, uma das mais recentes na lista de atingidas, equipe do Corpo de Bombeiros e da Defesa Civil articula com a Prefeitura local as medidas tomadas na região. Além das famílias desabrigadas, as chuvas comprometeram as vias de acesso, dificultando a chegada do salvamento ao local.

Um helicóptero do Centro Tático Aéreo (CTA) foi disponibilizado permitindo que a ajuda chegasse à cidade. Com as equipes em solo, todos os desabrigados foram retirados das áreas alagadas e transferidos a locais seguros.

Moradores tentam salvar alguns objetos de casas que ficaram alagadas em Tuntum . (Foto: Divulgação/Paulino Silva)

Outra cidade em que as equipes atuaram foi Caxias, onde houve transbordamento do riacho afluente do Rio Itapecuru no povoado Riachão. Foram socorridas seis famílias com retirada emergencial do Corpo de Bombeiros.

Apoio

A ajuda humanitária inclui distribuição de mantimentos, cestas básicas de alimentos, medicação e itens como roupas, colchonetes, filtros e água.  A remessa enviada nesta quarta-feira atende solicitação das prefeituras de Bacabal, Trizidela do Vale e Pedreiras, totalizando aproximadamente 600 itens.

Na última semana, os mantimentos beneficiaram as famílias desabrigadas em Marajá do Sena.

A Secretaria de Desenvolvimento Social já enviou 650 cestas básicas, 250 colchões, 200 galões de 20 litros de água e 200 filtros de barro para quatro municípios atingidos pelas chuvas. A assistência continua até a normalização da situação.

Cidades atingidas

Em Bacabal, o suporte enviado pelo Governo se soma ao efetivo do Quartel do Corpo de Bombeiros local, que prestou os primeiros atendimentos pós-enchentes. Na lista de municípios prejudicados e já atendidos pela força-tarefa do Governo estão ainda Presidente Vargas, Imperatriz e Brejo.

Equipes dos Bombeiros e Defesa Civil mantêm contato com as prefeituras de Cantanhede, Timbiras, São João do Soter, Nina Rodrigues, São Luiz Gonzaga, Rosário, Esperantinópolis, Lago dos Rodrigues e Balsas para definir as medidas.

O coordenador da Defesa Civil, o capitão Izaac Matos ressalta que os municípios do Centro Maranhense são os mais atingidos e demandados, boa parte pela sua condição de proximidade de rios ou córregos que tiveram o nível elevado. Em alguns casos, onde esse nível possa aumentar, as prefeituras de pronto acionam Bombeiros e Defesa, que ficam a postos.

Em Trizidela, um posto de comando foi instalado no Quartel do Corpo de Bombeiros, local para agilizar o atendimento às demandas. “Técnicos da Defesa também estão nesse posto para melhorar a resposta e melhor direcionar as informações”, reforça Izaac Matos.

Força-tarefa

O Governo do Estado vem trabalhando em parceria com as prefeituras e apoio do Governo Federal em cidades que já declararam calamidade pública ou estão com o processo em andamento. A situação de emergência é decretada diante dos prejuízos contabilizados pelos municípios.

Paralelamente, ações assistenciais são organizadas pela Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa Civil (CEPDECMA) em conjunto com as prefeituras. A equipe da CEPDECMA auxilia na condução das ações e gerenciamento do desastre. Os municípios que já decretaram situação de emergência foram Marajá do Sena, Pedreiras, Trizidela do Vale e Lago dos Rodrigues.

Older posts

© 2018 Blog do Michel Sousa

Blog desenvolvido por: Bruno AlvesUp ↑