Paço do Lumiar define política educacional até 2020

Paço definiu a política educacional até 2020

Os eixos norteadores da nova política educacional de Paço do Lumiar estão sendo discutidos no I Seminário de Políticas Educacionais que está sendo realizado no Instituto de Ensino Superior Franciscano (Iesf), no bairro Maiobão.

A Secretaria Municipal de Educação (Semed) pretende desenvolver no quadriênio 2017-2020 quatro eixos fundamentais que são voltados para a formação continuada dos profissionais, gestão educacional, avaliação institucional e avaliação da aprendizagem dos estudantes.

“Este é o momento de garantir a implementação de ações estratégicas e estruturais desse programa, para fortalecer o ensino nas escolas da rede municipal de Paço”, destacou o secretário municipal de Educação, Fábio Rondon.

Dezenas de gestores escolares e professores participam do seminário que prossegue até esta quinta-feira (3). Vale destacar que Paço do Lumiar é uma das poucas cidades do Brasil que vão oferecer aos alunos da rede municipal o ensino de Robótica. Mais de 20 escolas luminenses serão beneficiadas com o projeto neste segundo semestre.

O prefeito Domingos Dutra (PCdoB) e a primeira-dama e secretária de Administração e Finanças, Núbia Feitosa, participaram do evento. Na ocasião Núbia Feitosa foi homenageada pelos participantes, que se mostraram solidários com a secretária, que foi baleada tentando ajudar uma mulher. (Reveja)

“A qualidade da aprendizagem das nossas crianças, adolescentes e adultos matriculados nas escolas municipais depende muito das condições físicas das escolas e dos recursos disponíveis, mas, fundamentalmente, da competência profissional de todos os educadores que fazem a diferença em sala de aula e na gestão do espaço escolar”, ressaltou Núbia Feitosa.

2 Comments

  1. Adorei seu site. Conteudo de muita qualidade e muito bem escrito também. Abraço e sucesso

  2. Muito obrigado pelas informações. Adorei o site. Abraço e sucesso

Comments are closed.

© 2019 Blog do Michel Sousa

Blog desenvolvido por: Bruno AlvesUp ↑