Ossada pode ser de jovem desaparecida desde maio de 2017

A Polícia Civil investiga se uma ossada encontrada, nesta sexta-feira (9), em matagal no bairro Luiz Fernando, é da menina Lorena Luiza, 16 anos, desaparecida, desde 6 de maio de 2017. A menina foi vista pela última vez em uma casa de show localizada na Estrada de Ribamar.

Os restos mortais foram encontrados depois da prisão de dois suspeitos. As prisões preventivas ocorreram no decorrer desta semana e foram realizadas pelas equipes dos delegados Damasceno (Seccional Norte) e da delegada Ana Zélia, da Delegacia de Proteção à Criança e Adolescente (DPCA).

Um deles confessou o crime durante depoimento à polícia. Ele deu detalhes sobre como tudo aconteceu. Em seguida, levou os policiais até o local onde o corpo foi enterrado. A Polícia Civil não forneceu mais detalhes sobre o caso para não atrapalhar a investigação.

Segundo a polícia, o material genético será recolhido e comparado com os restos mortais encontrados e em até 30 dias deve sair o resultado comprovando ou descartando se é ou não a jovem Lorena Luiza.

Segundo a família de Lorena Luiza, 16 anos, a jovem foi para uma casa de show conhecida como Mega Space, por volta das 19h. Ela estava sozinha, ligou quatro vezes para os pais e nunca mais foi vista. Lorena morava no conjunto Maiobão, em Paço do Lumiar, e era mãe de uma criança que na época tinha um ano e seis meses.

Relacionados

Candidato a Deputado Federal Major Roberto partici... Candidato a Deputado Federal Major Roberto participa de um café da manhã O candidato a Deputado Federal, Major Roberto, participou neste sábado (2...
Livro O SUS (S) EM NÓS do autor Carlos Lula terá r... Livro 'O SUS (S) EM NÓS' terá renda revertida para tratamento de câncer O escritor e advogado Carlos de Oliveira Lula, já conhecido pelos livros no ...
Simpósio vai discutir a saúde do coração em São Lu... Simpósio vai discutir a saúde do coração em São Luís Questões práticas, do dia a dia, estarão em pauta durante o I Simpósio de Cardiologia, que te...