Oficial e soldados da PM fora presos pelo desaparecimento de dois policiais

Um tenente e dois soldados da Polícia Militar do Maranhão foram presos por suspeita de envolvimento no desaparecimento do cabo Júlio César da Luz Pereira e soldado Carlos Alberto Constantino Sousa há mais de seis meses em Buriticupu, a 420 km de São Luís.

Os suspeitos foram identificados apenas como tenente Josuel Alves de Aguiar e soldados Gladstone de Sousa e Tiago Viana Gonçalves. Eles foram presos em cumprimento de mandando de prisão expedido pela Justiça Militar.

A prisão dos suspeitos atendeu ao pedido da delegada Nilmar da Gama Rocha à Justiça Militar, que decretou a prisão dos acusados. A representação é da Polícia Civil, que concluiu as investigações do caso.

Até hoje os corpos dos dois policiais desaparecidos nunca foram encontrados. A Secretaria de Segurança Pública marcou uma coletiva para as 10h, onde vai dar mais detalhes sobre as prisões dos militares e as razões do crime.

Início do mistério

Os soldados Carlos Alberto e Júlio César foram vistos pela última vez na noite do dia 17 de novembro em um carro, localizado posteriormente em um assentamento na zona rural de Buriticupu.

No dia do desaparecimento, Carlos se apresentou às 8h na 14º Companhia Independente da Polícia Militar, mas saiu mais cedo.

O cabo Júlio César da Luz Pereira, era lotado no município de Estreito, mas estava de licença médica e, por isso, morando em Buriticupu.

Atualizada às 12h35

Relacionados

Professores farão passeata contra perda de direito... Movimento foi convocado pelo MO.VA.SE Progressão salarial é uma das das reivindicações Professores e profissionais da rede municipal de ensino em ...
Adolescente confessa participação na execução de e... Adolescente confessa participação na execução de eletricistas da Cemar em São Luís Um adolescente foi apreendido pela Polícia Militar na tarde des...
Redução de ocorrências a bancos reflete eficiência... Redução de ocorrências a bancos reflete eficiência de ações da Segurança Pública Diminuíram em 18,6% os registros contra agências bancárias no Mar...