Lula foi condenado na Lava Jato (Foto: Leonardo Benassatto/Reuters)

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi condenado nesta quarta-feira (12) a nove anos e seis meses de prisão no processo que envolve o caso da compra e reforma de um apartamento triplex em Guarujá, no litoral de São Paulo.

No entanto, a Lei da Ficha Limpa diz que a decisão não impede que ele concorra à presidência em 2018. A Lei impede a candidatura de condenados por uma decisão colegiada, ou seja, por mais de um julgador. Lula foi condenado em primeira instância por apenas um magistrado, o juiz Sergio Moro.

A defesa de Lula ainda pode recorrer ao Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), onde um grupo de desembargadores vai decidir se mantém a sentença ou se o absolve. O nome dessa decisão colegiada é acórdão.

Se os magistrados condenarem Lula, mesmo que haja recurso, a decisão torna o ex-presidente inelegível para as eleições de 2018. Mas isso não ocorre automaticamente. Se o caso for julgado na segunda instância antes da eleição, Lula corre risco de ter o registro de candidatura negado.

Já se o TRF-4 só julgar o processo após o prazo para registro de candidaturas, Lula poderá tanto ter o registro cassado como concorrer sub judice (pendente).

Se a condenação ocorrer após a diplomação, a lei prevê que o diploma seja declarado nulo, se já expedido. Mas, no caso de presidente da República, a Constituição Federal prevê a suspensão do processo, o que deve gerar um embate jurídico.

Sentença

Na sentença, o juiz Sérgio Moro determinou a interdição de Lula para o exercício de cargo ou função pública ou de diretor, membro de conselho ou de gerência das pessoas jurídicas pelo dobro do tempo da pena privativa de liberdade.

Mas essa interdição, que é um efeito da condenação por lavagem de dinheiro, só valerá ao fim do processo, com o trânsito em julgado (fase em que não cabe mais recurso).

Relacionados

Candidato a Deputado Federal Major Roberto partici... Candidato a Deputado Federal Major Roberto participa de um café da manhã O candidato a Deputado Federal, Major Roberto, participou neste sábado (2...
Livro O SUS (S) EM NÓS do autor Carlos Lula terá r... Livro 'O SUS (S) EM NÓS' terá renda revertida para tratamento de câncer O escritor e advogado Carlos de Oliveira Lula, já conhecido pelos livros no ...
Simpósio vai discutir a saúde do coração em São Lu... Simpósio vai discutir a saúde do coração em São Luís Questões práticas, do dia a dia, estarão em pauta durante o I Simpósio de Cardiologia, que te...