Call center vai possibilitar agendamento de consultas em unidades da rede estadual na capital (Foto: Julyane Galvão)

Para simplificar o acesso da população às consultas do serviço ambulatorial, o Governo do Estado inaugurou esse mês o Disque Saúde. O serviço oferece mais agilidade no agendamento e integra um pacote de ações da Secretaria de Estado da Saúde (SES) para o fortalecimento da assistência em saúde na Região Metropolitana de São Luís.

“É um propósito do governador Flávio Dino continuar investindo na política de atenção em saúde, por isso estamos avançando no processo de marcação de consultas. A implantação do serviço resulta na melhoria do atendimento oferecido ao cidadão”, ressaltou o secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula.

Para agendar a consulta pela primeira vez na unidade, o usuário deve ligar para o novo serviço. Durante o atendimento, é necessário o número do cartão do SUS. A marcação pode ser feita por meio do telefone 3190-9091. Agora, as consultas estão sendo marcadas de segunda a sexta-feira, das 7h às 19h.

Ao agendar a consulta, o paciente será informado do número de identificação, que corresponde à reserva da consulta em seu nome. O comparecimento à unidade de saúde deve ocorrer no dia e horário marcados, portando RG, cartão SUS e o número fornecido pelo Disque Saúde.  O paciente deve chegar à unidade 30 minutos antes da sua consulta ou exame.

O novo serviço de marcação de consulta por telefone está funcionando para quatro unidades da rede estadual na capital: o Centro de Especialidades Médicas e Diagnóstico Dr. Luiz Alfredo Netto Guterres, conhecido como Pam Diamante; o Centro de Especialidades Médicas da Vila Luizão; o Centro de Medicina Especializada (Cemesp) do Bairro de Fátima; e o Hospital do Câncer do Maranhão.

Ainda no mês de abril, o Centro de Especialidades Médicas da Cidade Operária, o Hospital Infantil Dr. Juvêncio Mattos e o Centro de Saúde Genésio Rêgo serão incluídos no sistema de agendamento de consultas por telefone. A Secretaria de Estado da Saúde busca implantar o Disque Saúde em 18 unidades da rede estadual em São Luís até junho deste ano.

“Antes tínhamos centrais de call center que usavam linhas individuais, o que deixava o serviço indisponível toda vez que alguém ligava e a central já estava em atendimento. Hoje temos um serviço profissional usado por grandes empresas e que dispõe de mais de 80 atendentes especializados para o atendimento de marcação de consultas”, destacou a coordenadora da Central Integrada de Regulação Ambulatorial da SES, Mércia Gonçalves Lima.

O atendimento do Disque Saúde vai direcionar o atendimento conforme a gravidade e a proximidade do recurso médico oferecido. Os casos mais simples, sem necessidade de especialista, poderão ser tratados nas próprias Unidades Básicas de Saúde da Prefeitura. Já os casos mais complexos serão encaminhados para os ambulatórios estaduais de especialidades.