Deputado Eduardo Braide criticou gasto de R$ 2 milhões em prédio particular

O deputado Eduardo Braide (PMN) criticou a postura do governo do Maranhão que gastou mais de R$ 2 milhões entre aluguel e reforma, sem que a clínica Eldorado efetivamente funcionasse. O assunto foi destaque na imprensa nacional nos últimos dias e voltou a ser repercutido no Bom Dia Brasil (Veja a matéria aqui)

Para o parlamentar, o Governo do Estado deveria ter realizado parceria com a Santa Casa de Misericórdia, localizada no centro de São Luís. Braide questionou o porquê de o governador ignorar uma parceria com a Santa Casa.

 Governo Flávio Dino gastou mais de R$ 2 milhões entre aluguel e reforma, sem a clínica efetivamente funcionar

Segundo o deputado, a Santa Casa de Misericórdia conta com 11 leitos de UTI prontos há quatro anos, sem a necessidade de qualquer tipo de reforma, e os aparelhos ainda estão no plástico, prontos para serem usados. A unidade poderia ajudar a resolver o problema de falta de leitos em São Luís.

“O Governo tenta justificar o pagamento do aluguel da Clínica Eldorado como uma parceria. Ora, não seria muito melhor fazer a parceria com a Santa Casa, que é um hospital que está construído, pronto? Que além dos 11 leitos de UTI, tem mais 400 leitos e que fica ao lado do Socorrão?!”.

Ainda no pronunciamento na Assembleia Legislativa, o deputado mostrou que o governador não conseguiu se explicar em sua defesa sobre o caso. “O governador citou o Art. 35 da Lei do Inquilinato para dizer que o que está sendo feito na Clínica Eldorado vai ser indenizado. Qualquer corretor de imóveis ou estudante de direito sabe que esse artigo estabelece que havendo disposição contratual em sentido contrário, não haverá indenização. E é isso que reza o contrato feito com a clínica”, argumentou Braide.

O presidente do PMN destacou que o contrato de aluguel também diz que as despesas com colocação de forro, pintura e parte elétrica teriam que ser realizadas pelo dono do imóvel. “O Governo do Estado ao tentar se defender divulgou na quarta-feira (16), um vídeo onde uma engenheira responsável pela reforma afirma que esses serviços foram executados pelo próprio Governo. Mais uma vez o Governo usa recursos públicos onde não deveria”, destacou Braide.

Está expresso no contrato que ficarão à custa do locatário, mas foi o governo que gastou

Finalizando o discurso, o deputado voltou a cobrar a parceria do Governo do Estado com a Santa Casa de Misericórdia. “Em vez de gastar mais de R$ 2 milhões em uma clínica particular que até hoje nunca funcionou um dia sequer, o Governo deveria fazer uma parceria com a Santa Casa de Misericórdia. Volto a dizer, essa seria uma parceria mais barata para o Estado e mais rápida para os maranhenses, que já estariam sendo atendidos no hospital”, concluiu Eduardo Braide.

Relacionados

Edital do concurso da saúde será publicado nesta s... O edital para o tão esperado concurso da saúde criado pelo Governo do Maranhão, por meio da Secretaria de Estado da Saúde, será publicado nesta segund...
Maranhão vive expectativa com aquecimento do merca... Ilustração mostra como um dos condomínios, no Turu, deve ficar depois de pronto A expectativa de crescimento do mercado imobiliário para o Brasil ...
Réveillon Villa Reale promete ser a melhor opção d... A produção para o Réveillon 2018 do Villa Reale Litorânea garante, para o conforto, tranquilidade e diversão de todos; camarote, espaço jardim, pista...