Envolvidos no assassinato de sargento reagiram a cerco e acabaram alvejados. Um morreu e os outros dois estão hospitalizados.

Um dos envolvidos na morte do sargento da Polícia Militar Antonilson Póvoas Sousa, 46 anos, morreu em confronto com a polícia nesta terça-feira (21). Segundo a polícia, o bandido morto foi identificado como Erinaldo e teria reagido ao cerco policial.

Outro bandido envolvido no assassinato do sargento da PM também foi baleado durante esta ação realizada com o apoio do CTA. Ele foi identificado como João Marcelo dos Santos e é apontado com o autor dos disparos que vitimaram o policial no Maiobão.

O terceiro envolvido no ataque ao sargento Antonilson segue internado no Hospital Clementino Moura (Socorrão 2). Davi Everton Rodrigues, 18 anos, foi baleado durante o atentado contra o policial na noite de segunda-feira (20).

Relembre
Criminosos tentaram roubar um veículo na Avenida 10, considerada a via principal do bairro, quando eles descobriram que o carro pertencia ao policial militar. O policial reagiu, houve troca de tiros e o sargento foi atingido na cabeça.

O militar foi socorrido e levado para o Hospital Clementino Moura (Socorrão 2), no bairro Cidade Operária, e na madrugada de terça-feira (21) foi encaminhado para o Hospital do Servidor. Porém, não resistiu a gravidade dos ferimentos e morreu.

Relacionados

Professores farão passeata contra perda de direito... Movimento foi convocado pelo MO.VA.SE Progressão salarial é uma das das reivindicações Professores e profissionais da rede municipal de ensino em ...
Adolescente confessa participação na execução de e... Adolescente confessa participação na execução de eletricistas da Cemar em São Luís Um adolescente foi apreendido pela Polícia Militar na tarde des...
Redução de ocorrências a bancos reflete eficiência... Redução de ocorrências a bancos reflete eficiência de ações da Segurança Pública Diminuíram em 18,6% os registros contra agências bancárias no Mar...