Category: Cedral

Marinha aciona Abin e PF para investigar “navio-fantasma” que encalhou em Cedral

Marinha acionou a Abin, PF e PM para desvendar mistério

Marinha acionou a Abin, PF e PM para desvendar mistério

A Capitania dos Portos do Maranhão abriu inquérito e acionou as polícias Federal, Militar e até a Abin (Agência Brasileira de Inteligência) para descobrir a origem e propriedade da embarcação que apareceu sem tripulantes na praia de Cedral. (Reveja).

O “navio-fantasma” foi encontrado por pescadores em uma praia a cerca de 10 quilômetros da sede do município de Cedral. Na embarcação haviam vários objetos como motores e mantimentos, que foram roubados por moradores antes da chegada das autoridades.

Documentos de dois chineses foram encontrados no interior do navio e levados para a polícia para averiguação. Segundo a Marinha, o barco foi trazido para São Luís para que seja submetido a um “pente-fino” com o objetivo de encontrar algum material ilícito escondido.

Para o capitão André Trindade só há duas possibilidades: ou a tripulação foi retirada a força ou abandonou o barco por estar fazendo algo ilegal. “É a investigação policial que vai dizer”, disse.

Barco sem tripulantes é encontrado em Cedral

Barco de pesca estava sem tripulantes

Barco de pesca estava sem tripulantes

Uma embarcação de aproximadamente 20 metros de comprimento encalhou em uma praia do município de Cedral, a 193 km de São Luís. A Capitania dos Portos do Maranhão investiga a origem de uma embarcação que está à deriva no litoral maranhense.

A Marinha investiga de onde veio o barco e o que aconteceu com a tripulação. Nas dependências da embarcação foram encontrados documentos de dois homens de origem oriental, mas há embalagens de produtos de várias partes do mundo, como Serra Leoa, Senegal e Malásia. Também há anotações em folhas de caderno datadas de 2015.

Marinha encontrou documentos, mas não havia ninguém no barco

Marinha encontrou documentos, mas não havia ninguém no barco

O nome do barco “Baraka” e o prefixo escrito na parte de fora da cabine podem ajudar a descobrir o que aconteceu com a tripulação. Contudo, para o capitão da Capitania dos Portos do Maranhão, André Trindade, não há qualquer registro do desaparecimento de um barco com as mesmas características.

Segundo a pescadora Iranilva Rabelo, a embarcação foi saqueada pelos próprios moradores das proximidades da praia. “Tinha bastante coisa e o pessoal acabou levando tudo. Muita coisa de mantimento, congelador, motor 18, motor 10, eles foram levando”.

© 2018 Blog do Michel Sousa

Blog desenvolvido por: Bruno AlvesUp ↑