Criança será operada no Hospital Guarás

A menina Ada Valentina que sofre de epilepsia refratária, vai ser operada nesta sexta-feira (23). O caso que provocou uma onda de solidariedade após o plano de saúde Hapvida se negar a realizar o procedimento mesmo com uma determinação proferida pela Justiça.

A pequena estava tendo crises convulsivas severas e necessitava de uma cirurgia para implante de um aparelho que previne as irregularidades elétricas que causam as crises. No entanto, o Hospital Guarás mantinha alegações de que a cirurgia precisava ser feita em Fortaleza (CE), mas só depois que o quadro de saúde dela atenuar.

O hospital chegou, inclusive, a descumprir determinação judicial que estabelecia o prazo de 24h para a realização da cirurgia da pequena. “O plano chegou a dizer que a criança não estava estável para a cirurgia. No entanto, sugeriu que a cirurgia fosse feita em Fortaleza. Isso é uma grande contradição. Se a criança não pode fazer a cirurgia em São Luís, como ela poderá ser deslocada até Fortaleza?”, pontuou o defensor Joaquim Neto.

Mãe denuncia negligência médica com a filha de 2 anos e 11 meses

O impasse terminou depois que a Justiça proferiu nova decisão determinando a condução coercitiva dos diretores ou representantes legais do plano Hapvida e Hospital Guarás à delegacia para providências cabíveis.

A decisão prevê ainda o bloqueio nas contas dos referidos no processo no valor de R$ 175.059, que deverão ser encaminhados à representante legal da criança para aquisição de estimulador do nervo vago – marca-passo, que será implantado na menina.

O plano ainda entrou com recurso contra a decisão, mas não conseguiu suspendê-la. Ana Paula afirmou ao Blog do Michel Sousa que a filha será operada ainda nesta sexta-feira (23). Em sua rede social ela reforçou que devolverá todo o dinheiro doado para a cirurgia da filha e pede que os doadores entrem em contato para solicitar os valores. “Continuem orando para que Deus opere seu milagre nesta cirurgia. Muito obrigada por tudo, Deus não desampara os seus”, postou.

Mãe de Ada fez postagem agradecendo apoio e avisando sobre reembolso de doações

Em nota, a Hapvida justifica que o quadro clínico da criança apresentou evolução, com sinais de estabilização dos sintomas e por isso a cirurgia será realizada. Confira abaixo:

NOTA À IMPRENSA

Nossa missão é salvar vidas e pra isso seguimos todas as normas de segurança para a realização do procedimento cirúrgico na paciente Ada Valentina Santos Caldas. A operadora informa que o quadro clínico da criança apresentou evolução, com sinais de estabilização dos sintomas.

Portanto, com base nas duas últimas avaliações clínicas, elaboradas na tarde desta quinta-feira (22) e na manhã desta sexta (23) pela médica neurologista que acompanha Ada Valentina, em conformidade com o corpo médico da empresa, a paciente já tem condições de ser submetida à cirurgia necessária e recomendada pelos especialistas que a assistem.

O aparelho e equipamentos, fornecidos integralmente pela operadora, sem qualquer custo à família da paciente, já estão em São Luís. As primeiras medidas para a realização da cirurgia foram tomadas e o procedimento deve ser iniciado às 14h30, desta sexta-feira.

A empresa reitera o compromisso com a missão que a norteia. Nos solidarizamos com a delicadeza do momento e com a angústia da família e reforçamos que estamos à disposição para oferecer todo o apoio e a assistência que a paciente e a família precisem.

Relacionados

Funcionário público é ‘barrado’ no Arr... https://youtu.be/rx747FmmoJE O funcionário público Charles Oswaldo Ramos Moreira, 34 anos, passou por uma situação constrangedora neste domingo (17...
Delegado reage a assalto a farmácia e prende suspe... Suspeito foi rendido por delegado e entregue a PM Um delegado da Polícia Civil reagiu a uma tentativa de assalto a uma farmácia e prendeu o suspei...
Aço Verde do Brasil recebe homenagem durante event... A homenagem é resultado do reconhecimento da contribuição da empresa para o crescimento da instituição. O Serviço Nacional de Aprendizagem Industr...