Suspeito esfaqueou ex-mulher 18 vezes e ainda tentou arrancar seios dela

A delegada Viviane Azambuja, que comanda o Departamento de Combate ao Feminicídio no Maranhão, revelou ao Blog do Michel Sousa, nesta quarta-feira (28), que Gutemberg Matos Bezerra teria tentado arrancar os seios de Girlane Araújo Silva, 37 anos, após tê-la esfaqueado 18 vezes e ter tentado acelerar a morte dela com o uso de uma substância química.

“Ouvindo testemunhas é ainda mais estarrecedor ver a crueldade desse suspeito. Premeditou tudo e ainda tentou arrancar os seios da vítima, segundo a vizinha que ajudou a socorrer durante depoimento”, afirmou a delegada ao blog.

Segundo a delegada, quatro testemunhas foram ouvidas até o momento e outras ainda devem ser ouvidas no decorrer da semana. As informações colhidas até o momento com a vítima e testemunhas, neste início de instigação, apontam diretamente a autoria do crime para o ex-companheiro da vítima, que continua foragido.

Um cartaz de procurado foi divulgado pela Polícia Civil e Disque Denúncia na tentativa de fechar o cerco contra Gutemberg. “Não há dúvidas sobre autoria, pois diferentes relatos colocam ele na cena do crime como autor. Estamos investigando e buscando a prisão do suspeito”, completou Azambuja.

Vítima está fora de perigo
A família da vítima comunicou que ela apresentou uma melhora clínica e não corre mais risco de morte. Segundo Graziela Araújo, sobrinha da vítima, ela tinha uma ordem de restrição contra o ex-companheiro, devido às várias agressões cometidas contra a vítima.

Girlene foi submetida a duas cirurgias e continua internada na UTI do Socorrão 2 em estado grave. Por causa da violências dos golpes, ela teve o pulmão perfurado e lida com uma infecção causada pela arma do crime, uma faca enferrujada. “Ela está reagindo aos poucos. Não tem mais risco de morte”, finalizou.

Entenda o caso
Uma mulher identificada como Girlene Araújo silva, de 37 anos, levou 18 facadas dentro de casa no bairro Maiobão, em Paço do Lumiar, na noite desta sexta-feira (23). Girlene foi levada até o Hospital Socorrão 2 em estado grave.

Parentes e amigos pedem que a população ajude a polícia a chegar no paradeiro do autor do crime, Gutemberg Matos Bezerra, que estaria inconformado com o término no relacionamento. O casal estava separado há cerca de dois anos e tem um filho adolescente.