Date: 10 de abril de 2018

Bandido em fuga cai da moto e morre após ser espancado em São Luís

Suspeito foi espancado e morto pela população (Foto: Reprodução TV Mirante)

Um homem suspeito de ter assaltado um eletricista no São Francisco foi espancado até a morte por pessoas que viram a ação criminosa na manhã desta terça-feira (10). Ele foi identificado como Joabe Frazão Barros, 21 anos, tinha uma extensa ficha criminal, segundo informou a Polícia Militar.

Joabe, acompanhado de um comparsa, abordou a vítima em uma parada de ônibus na Avenida Marechal Castelo Branco. O suspeito usou uma arma falsa (simulacro de arma de fogo) para intimidar o eletricista que não reagiu.

Joabe estava com um simulacro de arma de fogo no momento do espancamento

Na fuga, a moto em que os bandidos estavam derrapou e a população aproveitou para tentar pegá-los. O comparsa conseguiu subir na moto novamente e fugiu deixando Joabe para trás.

“A população agarrou ele. Quando a guarnição chegou ele já estava espancado, não se sentiu bem, e acabamos levando ele para o Socorrão 1 (Hospital Municipal Djalma Marques), onde veio a óbito”, contou o tenente Wolf, da Polícia Militar.

O eletricista que foi vítima dos assaltantes, disse que tudo aconteceu rápido. “Eu estava na parada esperando o ônibus para ir ao serviço, quando ele chegou, botou a arma, pegou a minha bolsa e saiu correndo”, contou o eletricista.

O simulacro de arma de fogo, que estava com Joabe, foi encaminhado para a Polícia Civil. O corpo do suspeito foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) na área Itaqui-Bacanga.

Especialista em Otoneurologia faz alerta sobre tonturas

Especialista explica a importância de estar alerta com as tonturas

A tontura é a segunda causa de avaliação médica, perdendo apenas para a dor de cabeça, tornando-se também um grande desafio para os profissionais da saúde. Não é raro que pacientes com esta queixa permaneçam muito tempo sofrendo antes de encontrar o correto tratamento.

“Muitas vezes a tontura é rotulada como labirintite. Porém, labirintite é uma doença rara e o paciente com tontura deve ser muito bem investigado”, alerta Patrick Burke, médico otorrinolaringologista e especialista em doenças do labirinto.

Pouco divulgada, a otoneurologia é a área da otorrinolaringologia que se dedica às tonturas e transtornos do equilíbrio corporal e da audição, e também suas relações com o sistema nervoso central e periférico. Patrick Burke é médico otorrinolaringista e o único especialista em otoneurologia no Maranhão.

“Pessoas com tontura quase sempre acreditam que estão com labirintite, mas essa leva à tontura incapacitante e que demora meses, além de perda total da audição de um dos lados. Tontura, na maioria das vezes, é sinal de uma labirintopatia, ou seja, uma doença do labirinto, e a labirintite é apenas uma delas”, informa o especialista.

É ele quem explica que o objetivo do otoneurologista é tratar preventivamente esses casos, melhorando a qualidade de vida do paciente. Tonturas, vertigens e desequilíbrios são sinais de que o sistema vestibular não anda bem. Para diagnosticar se o problema é no labirinto e o que ele provoca, é realizada uma série de exames, chamados otoneurológicos.

“Na avaliação otoneurológica, o paciente é visto como um todo, com ênfase nos sistemas auditivo e o vestibular. Tudo para identificar qualquer alteração ou doença que possa estar prejudicando o equilíbrio corporal. Conseguimos avaliar se o problema está no labirinto, no nervo do labirinto ou mesmo no sistema nervoso central”, explica Dr. Patrick.

Dentre as causas mais frequentes, podemos destacar a enxaqueca, que atua no labirinto, alterando a sua função. Outra bastante frequente é a Vertigem Postural Paroxística Benigna, que consiste em ter soltos cristais de cálcio dentro do labirinto, e que é tratada sem medicações. Náuseas, vômitos, palidez, sudorese, taquicardia, sensação de desmaios, zumbido e até mesmo quedas também são sintomas que denunciam algum problema.

Apesar de ser comum em idosos, a tontura pode atingir todas as idades e os sintomas podem ser variados. “Os sinais mais característicos são a falsa sensação de movimento, que pode rodar ou não, zumbidos, náuseas, vômitos e perda de audição”, explica Patrick Burke. Ele alerta que, se as pessoas apresentarem um desses sintomas, é necessário procurar um médico.

© 2018 Blog do Michel Sousa

Blog desenvolvido por: Bruno AlvesUp ↑