Date: 5 de abril de 2018

Governo alerta para importância da vacina contra meningite

A SES mantém o monitoramento e acompanhamento de casos de meningite com a realização de todos os procedimentos de prevenção e controle da doença

O Governo do Maranhão, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (SES), mantém o monitoramento e acompanhamento de casos de meningite com a realização de todos os procedimentos de prevenção e controle da doença, além de alertar para importância do calendário vacinal completo e divulgar nota técnica informativa.

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) adota o monitoramento dos casos, a disponibilização das vacinas em todos os municípios pertencentes às 18 regionais de saúde e a aplicação de medidas profiláticas, conforme orientação do Ministério da Saúde, para prevenção e controle da meningite no Maranhão. A incidência da doença meningocócica permanece em níveis considerados baixos para o volume da população do estado.

A Superintendência de Vigilância Epidemiológica e Controle de Doenças e o Centro de Informações Estratégicas de Vigilância em Saúde (CIEVS) emitiram uma nota informativa esclarecendo que os casos registrados no estado não possuem vínculo epidemiológico.

A vacinação é apontada pela superintendente de Epidemiologia e Controle de Doenças da SES, Maria das Graças Lírio, como a principal forma de prevenir a meningite.

“Desde os dois meses é necessário vacinar a criança, os pais precisam ficar atentos a este calendário. Não adianta a incompletude das doses vacinais, pois a prevenção será falha. Ter em dias a carteira de vacinação com todas as doses tomadas no tempo correto é ter certeza da prevenção 100%. Familiares ou pessoas próximas que tiveram contato com o paciente precisam realizar a profilaxia feita com a ingestão de antibióticos, prescrita pelo médico especialista”, explicou a superintendente Graça Lírio.

Campanha de vacinação

Para ampliar a cobertura vacinal no Maranhão, o Governo do Estado está convocando adolescentes para se vacinarem contra HPV e meningite C. O Dia D da Campanha será realizado, neste sábado (7), a partir das 8h, na Unidade de Ensino Básico (UEB) Maria José Vaz dos Santos, no bairro João de Deus, durante edição do Mais Saúde.

Neste ano, o Ministério da Saúde ampliou a faixa etária da vacina meningite C para adolescentes, que agora passa a ser de 11 a 14 anos de idade. Em 2017, estavam sendo vacinados contra a doença meninas e meninos de 12 a 13 anos. Deverão ser vacinadas contra o HPV, meninas de 9 a 14 anos e meninos de 11 a 14 anos.

Veja o esquema vacinal completo para prevenção:

VACINA
Vacina Pentavalente
Crianças menores de 1 ano de idade, com esquema de 3 doses, com intervalo de 60 dias entre as doses (esquema: 2, 4 e 6 meses de idade).

Vacina contra o Haemophillusinfluenzaetipo B
Vacina disponibilizada nos Centros de Referência de Imunobiológicos Especiais (CRIE) para grupos especiais.

Vacina BCG
O esquema recomendado é uma dose ao nascer, devendo ser administrada o mais precocemente possível, na própria maternidade ou na sala de vacinação da rede pública de saúde.

Vacina Meningocócica do sorogrupo C
Crianças menores de 1 ano:  2 doses aos 3 meses, 5 meses e 01 reforço aos 12 meses. Esta vacina pode ser feita até os 4 anos, 11 meses e 29 dias, caso a criança tenha perdido a oportunidade de vacinar menor de 1 ano.
Adolescentes: Dose única ou reforço conforme situação vacinal encontrada.

Vacina Pneumocócica 23 valente
Vacina disponibilizada nos centros de referência de imunobiológicos especiais (CRIE) para grupos especiais (acamados, esplenectomizados e outros).

Vacina Pneumocócica 10 valente
2 doses aos 2 meses e 4 meses; 1 reforço com 12 meses.
Esta vacina pode ser feita até os 4 anos, 11 meses e 29 dias, caso a criança tenha perdido a oportunidade de vacinar menor de 1 ano.

Dra. Silvia Gomes inaugura nesta sexta-feira o Instituto Revigore

Dra. Silvia Gomes reúne uma equipe multidisciplinar com protocolos diferenciados para emagrecimento, medicina esportiva e definição

Com a motivação de fazer as pessoas entenderem que tratar obesidade não é só uma questão estética, mas de saúde e que a mudança de estilo de vida pode evitar o aparecimento de diversas complicações, a médica Silvia Gomes, inaugura nesta sexta-feira, 06, o Instituto Revigore.

O Instituto Revigore funciona no Edifício Tech Office, na sala 1328, com uma bela vista para a Lagoa da Jansen e tem como maior diferencial, a equipe multidisciplinar formada por médicos, nutricionista, psicóloga, educador físico, nutrologo, biomédico, esteticista e muitos outros que disponibilizarão protocolos e técnicas exclusivas para os pacientes com o intuito de apresentar um novo conceito de bem-estar e autoestima.

À frente do Instituto Revigore, a médica cardiologista, Silvia Gomes, formada pela Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ) , vem se destacando na área de nutrologia com tratamentos diferenciados, trazendo resultados rápidos e surpreendentes, principalmente com melhoria da saúde e da estética.

“O Instituto Revigore é um local em que as pessoas serão tratadas individualmente, com protocolos próprios de acordo com as suas necessidades e vamos mais do que trabalhar com obesidade ou sobrepeso, vamos fazê-las entender que é uma questão de saúde e bem-estar”, concluiu.

Câmara ameaça pedir punição a policiais que abordaram vereador em São Luís

Câmara emitiu nota de repúdio contra ação da PM em abordagem ao vereador Edson Gaguinho

A Câmara de Vereadores de São Luís criticou a postura da Polícia Militar contra o parlamentar Edson Gaguinho na Vila Janaína, na última terça-feira (3). Em nota, assinada por 20 vereadores, o parlamento municipal condenou a ação e ameaçou acionar os policiais envolvidos na abordagem.

Na ocasião, policiais pararam o veículo do vereador Gaguinho e iniciaram uma revista veicular, procedimento de rotina adotado para busca e apreensão de armas, drogas e verificação de propriedade do veículo. No entanto, o vereador se achou acima da lei e começou a filmar a revista contestando a legitimidade do trabalho da Polícia Militar naquele momento.

Documento destaca “ato violento” da Polícia Militar

Inconformado com o “abuso”, Gaguinho levou o assunto para a Câmara dos Vereadores, onde contou com o apoio de outros parlamentares. A nota emitida pela Câmara diz que “o ato covarde e violento perpetrado contra o vereador foi uma agressão contra a Câmara Municipal e contra toda a sociedade da capital maranhense” e pede punição exemplar aos trabalhadores que expõem costumeiramente as próprias vidas em prol do cidadão.

Como jornalista e cidadão, deixo meu repúdio ao parlamento municipal por essa postura que evidencia apenas a utilização de um mandato outorgado pelo povo para condenar ações que trazem segurança para a população.  Seguindo o exemplo de outros blogs, me solidarizo com todos os policiais que estão permanentemente a serviço da população e os parabenizo pela grande prestação de serviço à sociedade.

Veja o vídeo da abordagem ao vereador Edson Gaguinho na Vila Janaína postado pelo blog do jornalista Eduardo Ericeira: 

© 2018 Blog do Michel Sousa

Blog desenvolvido por: Bruno AlvesUp ↑