Quatro pessoas morreram na queda de um helicóptero entre Rosário e Axixá no interior do Maranhão, no final da tarde deste domingo (1º).  A aeronave teria se chocado contra uma árvore, segundo o Corpo de Bombeiros.

O helicóptero voltava de Lima Campos quando ocorreu o acidente. Vários carros dos bombeiros foram para o local. A aeronave caiu em uma região de mata fechada. Informações iniciais indicam que no helicóptero estavam quatro pessoas, entre elas o piloto que era da Polícia Civil e já havia trabalhado no Centro Tático Aéreo (CTA).

De acordo com a corporação, a informação do acidente chegou por meio de um telefonema para a central de emergências 193. A aeronave estaria voando baixo por causa da chuva e acabou colidindo com uma árvore.

Equipes de salvamento foram acionadas e carros enviados para o local. As vítimas foram identificadas como Alfredo Neto, piloto da aeronave e piloto do Centro Tático Aereo (CTA); Rodrigo Capobiongo, Médico angiologista; Jonas Eloi, médico anestesista e Kleber Araújo, cirurgião. 

*Nota de pesar*

A Secretaria de Estado da Saúde lamenta profundamente a morte dos quatro integrantes do helicóptero que caiu neste domingo próximo ao município de Rosário. Dentre as vítimas, três médicos – o cirurgião vascular Rodrigo Braga, o anestesiologista Jonas Eloi da Luz e o cirurgião Kleber Luz.

A Secretaria de Estado da Saúde emitiu nota de pesar e profunda solidariedade aos familiares, amigos e pacientes que partilham a dor pela precoce partida dos três médicos, que dedicaram parte de suas vidas aos cuidados com o próximo.

(Matéria atualizada às 20h11)

Quatro pessoas morreram com a queda da aeronave