Date: 30 de outubro de 2017

São Luís recebe I Semana de Futebol do Maranhão

São Luís recebe evento neste mês de novembro

De 20 a 22 de novembro, São Luís receberá a I Semana de Futebol no Maranhão. O evento, organizado pelos jornalistas Bruno Alves e Pedro Venâncio, contará com curso tático de futebol com aulas teóricas e práticas de direito esportivo. A Semana de Futebol será realizada no auditório da Universidade Ceuma, no Renascença.

Além dos cursos, a Semana de Futebol contará com palestras dos jornalistas Pedro Venâncio e Ricardo Porto e um curso paralelo de direito esportivo, ministrado pelo advogado Luciano Brustolini.

“A ideia da Semana de Futebol é integrar todas as áreas que estão envolvidas com o esporte. Teremos conteúdos ministrados por jornalistas, aspectos táticos com treinadores e direito esportivo com um advogado da área. O futebol é o esporte mais praticado do Brasil e envolve muitas áreas, além dos jogadores”, explica Bruno Alves.

O curso voltado para o futebol,será realizado no período da manhã e a tarde, contará com aulas teóricas e práticas sobre preparação para o jogo, trabalhos defensivos e ofensivos. A demonstração prática será realizada com equipes formadas por jogadores sub-20 e sub-17, que serão cedidos pelos times do Sampaio, MAC e Moto, em uma parceria com o intuito de desenvolver os atletas dos clubes do Estado.

“Pensamos na Semana de Futebol para suprir uma carência de conteúdo que não existe no Estado. É um seminário onde iremos compartilhar informações e métodos de treinamentos praticados em grandes clubes do país. Me formei no Maranhão, sou filho do Estado e chegou a hora de dar minha colaboração para o esporte local”, explica Pedro Venâncio, palestrante e idealizador do evento.

Lei Caio Junior e direito esportivo

Em paralelo, o advogado Luciano Brustolini ministrará sobre curso sobre Direito Esportivo em que abordará a Lei Caio Junior, que está em tramitação na Câmara dos Deputados. A lei é voltada para a regulamentação dos treinadores, auxiliares e preparadores de goleiros, solicitando registros na CBF e federações estaduais, cursos de qualificação e que os responsáveis por quebra de vínculo arquem com os custos da rescisão.

O curso sobre direito esportivo será realizado nos dias 20 e 21 de novembro, no auditório da Universidade CEUMA.

A I Semana de Futebol no Maranhão está sendo  organizado por Bruno Alves e Pedro Venâncio e conta com co-realização da Rádio Mirante AM e patrocínio da Universidade CEUMA. As inscrições serão realizadas através do hotsite, que será divulgado nos próximos dias. O evento conta com vagas limitadas.

Processo seletivo da SES oferece 46 vagas para auditor em saúde

Começa nesta quarta-feira o período de inscrições

Começa nesta quarta-feira (1º) o período de inscrições do Processo Seletivo Simplificado para contratação de 46 auditores em cargo em comissão para as Unidades de Saúde do Estado do Maranhão, com remuneração de R$ 4.937,00.

As inscrições deverão ocorrer a partir das 0h do dia 1º de novembro de 2017 até as 23h59 do dia 10 de novembro de 2017, por meio do preenchimento do formulário eletrônico específico disponível AQUI (link só estará funcionando no dia de abertura da inscrição) O candidato deverá se inscrever para apenas um cargo e a localidade de inscrição realizada pelo candidato se vinculará ao exercício do mesmo, não podendo ser alterado.

As 46 vagas para auditor em saúde serão oferecidas para São Luís e regiões de Rosário, Itapecuru, Chapadinha, Codó, Pinheiro, Viana, Timon, Santa Inês, Zé Doca, Açailândia, Imperatriz, Balsas, São João dos Patos, Presidente Dutra, Pedreiras, Barra do Corda, Bacabal e Caxias.

O processo de seleção será composto por duas etapas. A primeira etapa corresponde à análise inicial de currículo que será preenchido quando do ato de inscrição e objetiva selecionar, para prosseguimento no processo seletivo, no máximo 5 (cinco) vezes o número de vagas disponíveis de candidatos. A segunda e última etapa consiste na Entrevista Técnica.

Os interessados em participar do processo seletivo deverão possuir nível superior em Ciência Contábil, Administração, Administração Hospitalar, Economia, Direito, Medicina, Odontologia, Enfermagem, Fisioterapia, Psicologia, Nutrição, Terapia Ocupacional, Fonoaudiologia, Farmácia, Biomedicina ou qualquer curso superior, desde que seja comprovada pós-graduação na área de Auditoria.

“Os novos auditores em saúde atuarão na fiscalização da gestão e execução dos planos e programas de saúde do governo, desde a cobertura assistencial a qualidade da assistência prestada à saúde”, disse o secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula.

Motoristas da Uber protestam contra projeto de lei em trâmite no Senado

Motoristas se reuniram na Avenida Litorânea

A decisão do Senado em votar com urgência o Projeto de Lei Complementar 258/2017 que trata da regulamentação dos serviços de transporte particular por aplicativo, como a Uber e a 99 Pop, deixou os motoristas preocupados. Um grupo de profissionais de São Luís se reuniu na Avenida Litorânea, na manhã desta segunda-feira (30), para protestar contra o projeto.

Carlos Roberto, 32 anos, que é motorista da Uber na Capital, é um dos condutores engajados na manifestação. Ele e os colegas alegam que, se aprovado, o projeto de lei não só vai limitar o trabalho deles como impossibilitar que boa parte dos motoristas continue sobrevivendo do serviço privado.

A opção de trabalho pelo aplicativo salvou a renda familiar de Roberto. É que, há cerca de um ano, ele precisou fechar a lojinha da família por força da crise econômica. Desde então, divide a renda com a esposa para dar conta das despesas da casa e dos gastos com a filha de 6 anos.

A exigência de que os carros circulem com placas vermelhas, que são concedidas e controladas pelo poder público como ocorre com o táxi, é um dos pontos que incomoda os motoristas. Além disso, os profissionais não querem que a lei limite a atuação de veículos emplacados no município de atuação.

Dessa forma, os motoristas só poderiam atuar na cidade de origem do carro. Roberto acredita que essa determinação pode reduzir pela metade a oferta de veículos, o que impactaria diretamente na agilidade do serviço. “Isso mata a lógica na prestação de serviço. Se eu vou até São Luís levar alguém, por exemplo, eu preciso trazer outro passageiro de lá. Mas, se não for permitido porque a minha placa é de São José de Ribamar, eu vou voltar com o carro vazio, aí não compensa”, lamentou.

O projeto foi discutido na última terça-feira (24) em reunião extraordiária na Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática (CCT). Como não houve consenso entre os senadores, o PLC seguiu para o Plenário. A votação está prevista na pauta da sessão desta terça-feira (31).

Além do PLC 28/2017, estava em análise um projeto substituto do senador Pedro Chaves (PSC-MS) que compilava outros três projetos sobre o mesmo tema. Esse PS é considerado mais flexível pela Uber, por não exigir placas vermelhas. Segundo a comunicação do Senado, os parlamentares esperam chegar a um acordo sobre o texto original até a data da votação.

Veja o posicionamento da Uber sobre os projetos em trâmite:

A Uber informou no início do mês que os aplicativos de mobilidade têm se unido para chamar a atenção dos senadores para o impacto negativo do PLC 28/2017. O aplicativo considera que a proposta contém medidas que “inviabilizam o uso dos aplicativos por aumentarem a burocracia e fazerem exigências como o licenciamento com placas vermelhas”.

Por meio das redes sociais, com a campanha #JuntosPelaMobilidade, os aplicativos pediram assinaturas dos motoristas e usuários em um abaixo assinado para que a regulação seja democrática e moderna.

Sobre o novo texto do senador Pedro Chaves (PSC-MS), a Uber considerou um avanço a retirada da obrigatoriedade do registro dos veículos na categoria “aluguel” com placas vermelhas e entendeu que a proposta trouxe regras sobre qualidade e segurança do serviço, como sobre a checagem de antecedentes criminais e a avaliação em tempo real pelos passageiros.

Igrejas em São Luís comemoram 500 anos da Reforma Protestante

 

Evento marcou as comemorações pelos 500 anos da Reforma Protestante

Nesta terça-feira (31), milhões de fiéis em todo mundo comemoram a Reforma Protestante. Em São Luís, a celebração será na Primeira Igreja Presbiteriana Independente, no Centro, a partir das 19h.

O evento realizado por várias igrejas protestantes da capital conta com momentos de louvor e apresentações musicais, entre elas, “Castelo Forte”, considerado o hino da reforma, composto por Martinho Lutero, por volta de 1521.

Para Samuel do Prado, Pastor da Primeira Igreja Presbiteriana Independente, a Reforma foi importante, pois na conjuntura em que aconteceu foi um marco para trazer a igreja de Cristo aos princípios verdadeiros da palavra de Deus para que voltasse a cumprir seu papel na sociedade.

Um encontro cercado de memórias e reconhecimento ao legado histórico do movimento que “mudou não só as práticas religiosas nos países que a abraçaram, mas alterou profundamente os rumos da sociedade com repercussões na cultura, na política, na economia, na educação e na arte”, ressalta Lyndon de Araújo Santos, Doutor em História e Pastor na Igreja Congregacional de São Luís, uma das igrejas participantes.

A reforma é comemorada neste mês porque foi no dia 31 de outubro de 1517 que o monge Martinho Lutero pregou 95 teses teológicas na porta da Catedral de Wittemberg, na Alemanha. O reformismo de Lutero acabou criando o Protestantismo, com seguidores espalhados pelo mundo. Só o Brasil tem mais de 42 milhões de evangélicos de acordo com dados do IBGE (2010).

Nesta terça ainda haverá Sessão Solene na Câmara dos Vereadores de São Luís às 15h. A programação em São Luís começou no sábado, dia 28, com uma Conferência sobre os 500 anos da Reforma Protestante e sua influência no Maranhão.

© 2020 Blog do Michel Sousa

Blog desenvolvido por: Bruno AlvesUp ↑