Date: 30 de junho de 2017

Festejo de São Marçal reúne grupos de bumba meu boi

São Marçal vai reunir pelo menos 30 grupos de bumba meu boi (Crédito: Honório Moreira)

Os brincantes de bumba meu boi aproveitam a temporada junina até o último dia de junho. Hoje acontece o 90º encontro de grupos de bumba-boi do sotaque de matraca, na Avenida São Marçal, no João Paulo.

Durante todo o dia, pelo menos 300 mil pessoas devem passar pela avenida que será palco para pelo menos 30 grupos de bumba meu boi. O encontro começou por volta das 5h e o final será somente quando o último grupo encerrar sua participação.

O tradicional encontro dos bois de matraca, além de celebrar o dia de São Marçal, celebra também o Dia Municipal do Brincante de Bumba Meu Boi, instituído pela Lei Municipal nº4544, de 23 de novembro de 2005.

Por causa da passagem dos batalhões de bumba-boi, o comércio ao longo da Avenida São Marçal estará de portas fechadas durante todo o dia. O trânsito na região também sofreu alterações (Reveja).

Tradição de São Marçal já dura 90 anos (Crédito Diego Chaves)

História

O primeiro encontro de bois no João Paulo data de 29 de junho de 1928, quando os batalhões do Sítio do Apicum, o Boi do Lugar dos Índios, do povoado de São José dos Índios, em Ribamar, e, segundo contam alguns, o Boi da Maioba se reuniram no espaço onde hoje é a Praça Ivar Saldanha, sob o pedido de José Pacífico de Moraes, comerciante, apreciador da cultura popular, que resolveu reproduzir, em seu bairro, um encontro que já ocorria desde 1924, todo dia 29, em honra a São Pedro, na então Vila do Anil.

O encontro se repetiu todos os anos até 1949, quando foi para o Monte Castelo, mas ficou lá somente um ano. Depois, foi para o Bairro de Fátima e rodou por outros bairros até retornar ao João Paulo, em 1959. Somente nos anos 1980 a festa tomou a forma que tem hoje.

Em 2006, a Prefeitura de São Luís, depois de ter sancionado a lei que alterou o nome da Avenida João Pessoa para São Marçal, atribuiu à Festa de São Marçal, através da lei Nº 4626 de 14 de julho, o título de bem cultural e imaterial, transformando a data no Dia Municipal do Brincante de Bumba Meu Boi.

Bancários decidem fazer paralisação nesta sexta

Bancários paralisam atividades em adesão a greve geral

Os serviços bancários públicos e privados de todo o Maranhão não funcionam nesta sexta-feira (30). Os bancários decidiram paralisar as atividades em adesão aos protestos pelo país contra as reformas trabalhista e da Previdência, propostas pelo governo de Michel Temer, e por eleições diretas.

A expectativa do Sindicato dos Bancários do Maranhão é de que a paralisação tenha maior adesão do que nos protestos do dia 28 de abril.  Os bancários devem se concentrar principalmente na Praça Deodoro, no centro da cidade, onde farão atos públicos.

Os caixas eletrônicos irão funcionar normalmente. A população pode utilizar os canais eletrônicos e correspondentes para o pagamento das contas.

Outras categorias também devem se mobilizar. Servidores federais e estaduais, além de professores também devem aderir ao movimento que foi convocado pelas Centrais Sindicais e movimentos sociais.

© 2019 Blog do Michel Sousa

Blog desenvolvido por: Bruno AlvesUp ↑